Fonte: OpenWeather

    Notas de Contexto


    Padres casados? Sim, mas só na Amazônia!

    A Igreja cogita ordenar homens casados como padres atuem em áreas remotas da Amazônia

    Vaticano cogita aceitar padres casados em áreas remotas da Amazônia | Foto: Malika

    Uma coisa tem que ficar bem explicada na decisão do Papa que será levada ao sínodo de bispos da Amazônia marcado para outubro.

    Não é qualquer homem casado que poderá ser padre. O documento do Vaticano, emitido na segunda-feira (17), diz que a Igreja deveria cogitar ordenar homens casados como padres, mas deixa claro que isso só será permitido “em áreas remotas da Amazônia”, o que já pode ser com siderado uma guinada histórica que alguns acreditam poder “abrir caminho para outras áreas onde o clero é escasso”.

    Só para lembrar, o território da Amazônia abrange uma parte do Brasil, da Bolívia, do Peru, do Equador, da Colômbia, da Venezuela, da Guiana, do Suriname e da Guiana Francesa, em uma extensão de 7,8 milhões KM², no coração da América do Sul.

    Isolados

    É claro que a extensão territorial é bem maior do que muitos países. Isolada geograficamente, a região enfrenta uma escassez de padres que precisa ser resolvida.

    Sem o Sacramento

    Só padres podem rezar missas ou ouvir confissões.

    Logo, isso significa que os católicos de comunidades isoladas da Amazônia podem passar meses sem participar de nenhum desses sacramentos.

    “Viri probati

    O documento falou da possibilidade de ordenar aqueles conhecidos como “viri probati” – homens de caráter comprovado, em latim - para lidar com a falta de padres.

    Índios padres

    Tais homens seriam membros idosos e destacados da comunidade católica local, com famílias já criadas e até mesmo “nativos, membros respeitados e aceitos de suas comunidades.”

    ‘Dois pra lá, dois pra cá’

    A campanha ‘Dois pra lá, dois pra cá’ irá combater o descarte irregular de resíduos nas embarcações que sairão com turistas rumo ao 54º Festival Folclórico de Parintins.

    — O nosso objetivo é sensibilizar os passageiros e responsáveis pelas embarcações quanto ao descarte correto dos resíduos produzidos durante a viagem –, disse a assessora do Núcleo de Educação Ambiental do Ipaam, Therezinha Melo.

    Falta remédio

    A situação de desabastecimento foi constatada pelo Ministério Público Federal (MPF) durante inspeções realizadas em hospitais, policlínicas, maternidades e na Central de Medicamentos do Amazonas.

    MPF dá ultimato

    Devido à gravidade da situação, o MPF e o MP/AM ajuizaram ação de execução para que o estado do Amazonas seja obrigado a regularizar, no prazo de dez dias, o abastecimento em toda a rede de assistência em saúde,

    Prêmio Congresso

    Os senadores do Amazonas Eduardo Braga (MDB) e Plínio Valério (PSDB) estão na lista de parlamentares aptos a disputar o Prêmio Congresso em Foco.

    De acordo com o regulamento do certame, só entram no páreo congressistas que não respondem a acusações criminais e exerceram o mandato por ao menos 60 dias na atual legislatura.

    Ficha limpa

    Ainda conforme o regulamento, somente aqueles que preenchem esses dois requisitos poderão concorrer nas categorias gerais (“Melhores Deputados” e “Melhores Senadores”) da premiação mais importante da política brasileira

    Em defesa de Moro

    Usando as redes sociais, Carlos Bolsonaro, filho do presidente, lançou um questionamento sobre o suposto objetivo dos vazamentos no The Intercept Brasil:

    — É impressão minha, ou, só no Brasil, uma imprensa utiliza uma invasão ilegal de algo privado, ignorando a invalidade judicial e ilegalidade, mas não se importa em divulgar, com o único intuito de queimar o governo Bolsonaro e favorecer o sistema? Acho que já vi isso antes!

    Perguntar não ofende

    Só agora a invasão de algo privado é criminosa?

    E quando invadiram o telefonema da presidente Dilma para o ex-presidente Lula e vazaram para a Rede Globo era legal?

    La Grazziotin detona!

    Em sua coluna na rádio Brasil de Fato desta semana, a ex-senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB) cobra a demissão do juiz Sérgio Moro do Ministério da Justiça e o afastamento dos procuradores envolvidos no vazamento publicado no dia 9 de junho pelo site The Intercept Brasil.

    Raposa no galinheiro

    De acordo com Grazziotin, o que é preciso fazer agora é exigir o imediato afastamento tanto dos procuradores quanto de Sérgio Moro, porque um investigado não pode coordenar aqueles que deverão investigá-lo.

    Não dá para colocar a raposa cuidando do galinheiro –, detonou Vanessa.

    O gargalo da Ordem

    Isso já foi reclamado antes. Mas vamos insistir.

    O estacionamento da Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Amazonas(OAB/AM) está criando o maior gargalo na avenida Salvador.

    O gargalo da Ordem 2

    Quem sai do no cruzamento com antiga Paraíba (hoje avenida Umberto Calderaro) não consegue ir em frente porque enfrenta a retenção de dezenas de carros aguardando para entrar no estacionamento.

    Alguma coisa tem de ser feita para liberar a faixa da rua e deixar o trânsito fluir.

    Passando a sacolinha

    O Governo do Amazonas está buscando financiamento federal para retomar as obras do Projeto Cachoeira Grande, iniciado em 2011, após o incêndio na comunidade Arthur Bernardes, no São Jorge.

    Mão de vaca

    O vice-governador Carlos Almeida se reuniu com o ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Henrique Canuto, para pleitear a liberação do recurso para a construção de 512 unidades habitacionais.

    — Hoje, estamos com o orçamento comprometido com os projetos já recebidos, mas pode haver sobra de orçamento –, disse Canuto.

    Russos na Amazônia

    O Governo do Amazonas concedeu às atividades de exploração e extração de gás da Rosneft na bacia do rio Solimões o status de um projeto prioritário, informou a gigante russa da energia nessa terça-feira (18).

    Projeto vital

    Segundo a Rosneft, o projeto Solimões é vital para as suas atividades de exploração na região.

    A Rosneft Brasil iniciou a perfuração de seu primeiro poço exploratório na bacia do Solimões em fevereiro de 2017.

    Com todo o gás

    No total, a empresa possui 13 áreas de licença.

    Segundo estimativas da DeGolyer e MacNaughton, há bilhões de metros cúbicos de contingente dos recursos do gás natural.

    Leia mais:

    Receba as principais notícias do Portal Em Tempo direto no Whatsapp. Clique aqui!

    Pesquisa aponta que professores brasileiros recebem menor salário

    Joana Darc chamuscada no fogo amigo

    Comentários