Fonte: OpenWeather

    Notas de Contexto


    Caxias e Manaus: violência Futebol Clube?

    Os ataques ocorreram fora do estádio, na calada da noite

    O próprio Caxias disse que tomou todas as medidas para recepcionar Manaus | Foto: Malika

    O clima tenso envolvendo a decisão entre Caxias e Manaus, pelas quartas de final da Série D do Campeonato Brasileiro, parece tomar conta das redes sociais. Na terça-feira (16), torcedores do Caxias relataram sofrer ameaças em um grupo de WhatsApp.

    Agora, cá pra nós, a torcida gaúcha é muito engraçada. Agressão mesmo sofreu o Manaus quando jogou, sábado, em Caxias. Na sexta-feira passada, véspera do jogo em que o Manaus perdeu por 1X0, o Manaus Futebol Clube denunciou ameaças sofridas antes, durante e após a partida em Caxias do Sul (RS), diante do Caxias. Na madrugada, em frente ao hotel onde o clube amazonense estava hospedado, houve foguetório, explosão de bombas e até disparo de alarmes nos arredores do hotel.

    Durma com um barulho desses!

    Civilidade

    Por tudo isso, o Manaus FC e a torcida amazonense têm obrigação de receber de forma civilizada a torcida e o clube gaúcho.

    E mostrar que futebol se ganha em campo.

    Muy amigos

    O clima foi tão hostil, que o próprio Caxias publicou nota dizendo que tomou todas as medidas para bem recepcionar toda a delegação do Manaus, bem como todo o staff de dirigentes, acompanhantes e suporte técnico.

    Segundo a nota, os diretores foram recebidos e convidados a 3 camarotes com seguranças por todo o tempo em que estiveram nas dependências do Estádio Centenário.

    Madrugada de terror

    Acontece que os ataques ocorreram fora do estádio, na calada da noite.

    Sobre isso, disse o Caxias:

    — Se fora do estádio alguma atitude hostil possa ter ocorrido, a SER Caxias não tem nenhuma ingerência sobre tais fatos.

    “E faz questão de afirmar que repudia e condena qualquer atitude que não condiz com a boa convivência entre clubes coirmãos”, diz a nota.

    Violência gera violência

    Agora, tentando inverter a situação, a torcida do Caxias alega que vem sendo agredida pelas redes sociais.

    Ontem, denunciou que uma “imagem mostra um indivíduo portando uma arma, exigindo respeito e ofendendo os caxienses”.

    O grupo teria sido criado por torcedores do Manaus com o nome (Manaus FC x Caxias) e as ameaças teriam surgido após os amazonenses descobrirem que haviam grenás no ambiente virtual.

    Prefeita, eu?

    Diante da divulgação de que seu nome estaria sendo cotado para disputar a eleição 2020 para a Prefeitura de Manaus, a deputada Mayara Pinheiro (PP) mandou nota para CONTEXTO declarando que a missão é honrosa, mas não pretende encarar as urnas.

    Obrigado, mas...

    A deputada agradeceu à coluna dizendo que se sente muito agradecida “por essa lembrança”.

    — É uma demonstração de que nosso trabalho tem sido bem recebido em lugares importantes como Manaus.

    Focada em Coarí

    Mayara avisou, porém, que é eleitora de Coari e, nas eleições de 2020, estará dedicada à reeleição de seu irmão, prefeito Adail Filho.

    — Assim como apoiando diretamente diversos outros parceiros que, por todo o Amazonas, acreditaram em meu nome para a função de deputada estadual –, disse a campeã de votos.

    Expoagro de volta

    Suspensa há seis anos, a Expoagro – Exposição Agropecuária – está de volta.

    Conforme anúncio do governador Wilson Lima, a Expoagro acontece em outubro deste ano.

    — Anunciei as cadeias produtivas prioritárias e as políticas públicas definidas para o setor -, garantiu Wilson Lima.

    Wilson é agro!

    Wilson disse que fará muito mais pelo setor primário e pelo agricultor.

    — Ainda há muito por fazer. Mas, só em seis meses, nós aplicamos mais do que o governo passado destinou o ano inteiro para o setor! –, disse Lima.

    É claro que foi um cutucão no ex-governador Amazonino Mendes.

    Saudades...

    Em visita ontem à Câmara Municipal de Manaus (CMM), o senador Plínio Valério (PSDB-AM) afirmou que sempre que puder visitará o Parlamento municipal para rever os amigos dos quais tem saudade.

    ... mas só dos amigos!

    Mas a saudade é só dos amigos, não da CMM, segundo ele.

    — Lá é o topo. Lá é que decidimos as coisas do país –, disse.

    Polo tecnológico

    Plínio foi à CMM participar de uma audiência pública da Frente Parlamentar do Polo Tecnológico de Manaus, criada recentemente na Casa.

    O senador, inclusive, passou a ser integrante do conglomerado de políticos.

    Gafe do Sassá

    Ao cumprimentar os visitantes da CMM, o vereador Sassá da Construção Civil (PT) cometeu uma gafe,

    Ao se dirigir ao empresário Romero Reis, do Conselho de Desenvolvimento Econômico, Sustentável e Estratégico de Manaus (Codese), o vereador caprichou:

    — Quero saudar o nobre empresário Romero Jucá (Toiiiimmmm!)

    Obvio, todos os presentes caíram na gargalhada.

    Leia mais:

    Receba as principais notícias do Portal Em Tempo direto no Whatsapp. Clique aqui!

    Ordem dos Advogados do Brasil ataca máfia da gasolina no Amazonas

    Padres casados? Sim, mas só na Amazônia!

    Comentários