Fonte: OpenWeather

    Engano


    Moradores do Cidadão Manauara 2 serão isentos do pagamento do IPTU

    Os futuros moradores das 500 unidades habitacionais que Bolsonaro entregará em Manaus serão isentos do pagamento do IPTU) e do ITBI

    Escrito por Em Tempo* no dia 29 de junho de 2021 - 21:16

     

    | Foto: Divulgação

    Em manifestação à imprensa na terça-feira (29), durante visita a obras em diversas áreas da capital, o prefeito David Almeida (Avante) informou que o presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), virá a Manaus mais uma vez, agora para participar da entrega de 500 casas populares construídas no Residencial Cidadão Manauara 2, etapa B, no bairro Santa Etelvina, Zona Norte.

    A construção das casas, de acordo com David, foi realizada com recursos federais oriundos do programa Minha Casa, Minha Vida.

    Isentos de IPTU

    Os futuros moradores das 500 unidades habitacionais que Bolsonaro entregará na capital do Estado serão isentos do pagamento do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU), por lei municipal, além do Imposto de Transmissão de Bens Imóveis (ITBI).

    David Almeida tem como meta construir 5 mil unidades habitacionais de interesse social em várias zonas da capital com o programa “Casa para Todos”.

    800 mil imunizados

    A Prefeitura de Manaus comemora o grande número de vacinados com a primeira dose pelo mutirão de imunização, ontem.

    Às 14 horas foi alcançada a marca de 800 mil vacinados contra a pandemia do coronavírus, segundo a Semsa, marca que foi bastante festejada pelo prefeito David Almeida.

    Ministério da Amazônia

    Bandeira de luta do deputado federal Átila Lins (Progressistas) desde janeiro de 2020, a criação do Ministério Extraordinário da Amazônia Legal está prestes a se tornar realidade, como admitiu, na segunda-feira (28), o presidente da República Jair Bolsonaro.

    Segundo apurou a coluna, Bolsonaro quer apressar a criação do Ministério que, de acordo com Átila, terá força institucional suficiente para executar medidas não apenas de preservação do meio ambiente, mas, também, voltadas para implementar o desenvolvimento sustentável da região em ação direta com o Palácio do Planalto.

    Na visão de Átila, o Ministério terá mais força para atuar como instrumento de desenvolvimento da região, acima do Conselho da Amazônia Legal, comandado pelo vice-presidente Hamilton Mourão, considerado um “órgão consultivo e com amarras impeditivas para deslanchar um processo executivo de atuação na Amazônia”.

    Regularização fundiária

    Conforme Átila Lins, o novo ministério terá a força política devida para tratar de questões importantes como regularização fundiária, mineração e a exploração econômica em terras indígenas.

    O parlamentar destaca também temas como pavimentação e implantação de rodovias estratégicas, como as BRs-319, 317 e 230, e instalação de outros eixos de transporte, além do fortalecimento do ecoturismo.

    Foco na ZFM

    Com o Ministério da Amazônia, o deputado progressista garante que a Zona Franca de Manaus terá um tratamento diferenciado perante a Presidência da República.

    Ele destaca que o Ministério também dará maior importância a outros temas como a recuperação de áreas degradadas pelas atividades agropecuárias, fomento à agricultura em bases ambientalmente sustentáveis, demarcação de terras indígenas, áreas de conservação e o setor elétrico.

    Prefeitura reforça

    A Prefeitura de Manaus, por meio do Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU), mantém reforçado o efetivo de agentes de trânsito para garantir segurança nos postos de vacinação no Centro de Convenções Vasco Vasques e sambódromo e Arena da Amazônia nesta quarta-feira.

    O IMMU opera com 150 agentes de trânsito nos principais corredores viários e sobretudo nos locais onde haja maior número de demandas de pessoas. O objetivo é assegurar vacinação tranquila e evitar aglomerações.

    Perigo indiano

    De acordo com a Fiocruz, as vacinas aplicadas até o momento contra a Covid-19 não imunizam contra a variante delta (indiana) do novo coronavírus.

    Para evitar riscos de reinfecção, o órgão aconselha a obediência aos protocolos sanitários, dentre os quais o uso de máscaras e o distanciamento social.

    As pessoas imunizadas com duas doses vacinais não estão livres da reinfecção por Covid, afirma a Fiocruz.

    Investimento na saúde

    Relatório da SES-AM apresentado em evento virtual à Assembleia Legislativa (ALEAM) informa que o governo Wilson Lima empenhou R$ 1,4 bilhão de recursos para custeio e investimentos na saúde pública do Estado entre janeiro e abril deste ano.

    Do total, R$ 1,07 bilhão são despesas já liquidadas e R$ 973,2 milhões de despesas pagas. Foram aplicados R$ 190,3 milhões em ações de enfrentamento à pandemia da Covid-19.

    Orçamento melhora

    Conforme o relatório da SES, o sistema estadual de saúde iniciou o exercício financeiro de 2021 com orçamento de R$ 2,6 bilhões. Com a suplementação de R$ 713,5 milhões, feita pelo remanejamento de recursos, a dotação atualizada até abril deste ano ficou em R$ 3,3 bilhões.

    Do orçamento autorizado, 32%, o equivalente a R$ 1,07 bilhão foi liquidado, sendo R$ 111 milhões de despesas de exercícios anteriores.

    Cartões contra a fome

    A Fundação Amazônia Sustentável (FAS), em parceria com a ong ‘Gerando Falcões’, iniciou a distribuição de 1.234 cartões de alimentação para moradores de bairros periféricos em Manaus.

    A iniciativa “Corona no Paredão, Fome Não!” está beneficiando diversas famílias de baixa renda em todo o país na pandemia do coronavírus.

    Ação na periferia

    Os cartões da FAS estão sendo distribuídos para famílias cadastradas no Programa Cidades Sustentáveis da FAS e que residem nos bairros Redenção e Monte das Oliveiras, e no Parque das Tribos, comunidade indígena que fica no bairro Tarumã, onde residem mais de 35 etnias.

    Com o auxílio, que é dividido em duas parcelas de R$ 150, as pessoas poderão comprar produtos alimentícios, de higiene e de limpeza. Os cartões são do tipo vale-alimentação e no momento da entrega já terão o valor da primeira parcela liberado, sendo recarregados após 30 dias, com o restante do valor.

    Campanha se fortalece

    A campanha “Vacina Amazonas”, do Governo do Estado, se fortalece em todo o Estado. Treze municípios interioranos já vacinam a população com 18 anos de idade ou mais.

    Avançam na vacinação os municípios de Barreirinha, Benjamin Constant, Boa Vista do Ramos, Careiro Castanho, Coari, Lábrea, Maués, Manicoré, Nhamundá, Rio Preto da Eva, São Gabriel da Cachoeira, Silves e Tabatinga.

    PMM alerta sobre ISS

    Os profissionais liberais cadastrados na Prefeitura de Manaus têm até esta quarta-feira (30) para quitar, sem juros e multa, a sexta parcela do Imposto Sobre Serviços (ISS) para autônomos e sociedades uniprofissionais.

    O pagamento do tributo dentro do prazo de vencimento evita a incidência de juros da ordem de 0,33% ao dia, mais a multa de 1% sobre o valor de lançamento.

    Caso o contribuinte não tenha em mãos suas guias de pagamento, as mesmas poderão ser impressas diretamente no portal de serviços Manaus Atende (http://manausatende.manaus.am.gov.br).

    Leia Mais:

    Empresário acusa Ministério da Saúde de ter pedido propina por vacina

    MEC publica editais para Sisu, Fies e Prouni para o 2º semestre

    Governo lança novo sistema para recadastrar pescadores profissionais

    Articulistas

    Comentários