Fonte: OpenWeather

    'Mulas do tráfico'


    Vídeo: jovem é presa com drogas no corpo e indígena é apreendido no AM

    Ambos estavam em embarcações tentando viajar com drogas. O crime organizado usa as 'mulas' no transporte de drogas nos rios da Amazônia e tráfico internacional

    Jovem e adolescente foram presos tentando viajar com drogas
    Jovem e adolescente foram presos tentando viajar com drogas | Foto: Divulgação/SSP-AM

    Manaus - Com drogas coladas no corpo, uma jovem de 18 anos foi presa e um adolescente indígena, que tentou jogar as drogas na lixeira, foi apreendido na madrugada desta sexta-feira (25). As prisões aconteceram em Coari, realizada pela Base Arpão, da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM).

    Veja o vídeo com o material:

    | Autor: Divulgação/SSP-AM
     

    O adolescente foi preso após análise das câmeras de segurança do barco. As drogas foram encontradas dentro de uma lixeira da embarcação. Eram ao todo, 11 tabletes de skunk e cinco tabletes de cocaína. As informações foram repassadas pela polícia. 

    A prisão aconteceu na embarcação "M Monteiro", vinda do município de Tabatinga, distante 1.106 quilômetros de Manaus. 

    Drogas coladas no corpo

    Ainda durante a madrugada, os policiais da Base Arpão prenderam uma jovem de 18 anos. Ela estava na embarcação "A noiva 2".

    A droga foi encontrada durante o procedimento de revista feminina. Foram encontrados dois tabletes do tipo skunk escondidos colados no corpo. Ela recebeu voz de prisão por tráfico de drogas e foi conduzida a delegacia que funciona dentro da Base Arpão.

    'Mulas' do tráfico

    Traficantes de drogas, que atuam nos rios da Amazônia, usam jovens e adolescentes como 'mulas'. Essas pessoas, escolhidas para não levantar suspeitas, recebem grandes quantias em dinheiro para transportar o material ilícito. Muitos levam os entorpecentes escondidos em bagagens e tentam burlar as fiscalizações.

    Quando a droga precisa ser lavada para outros municípios, em quantidade menores, as mulas ingerem as cápsulas e as armazenam até chegarem ao destino. Logo após, são expelidas e recebem o pagamento. 

    Em agosto, no município de Coari, policiais receberam denúncias de que piratas dos rios aguardavam mulas do tráfico para receberem o material ilícito. Ribeirinhos eram abordados e intimidados com o forte armamento.

    Na operação foram apreendidas três espingardas, um rifle de pressão, munições e um bote de alumínio com motor de popa, usado para transporte na região. 

    Leia mais:

    'Mulher a gente não bate, mata' diz homem ao atacar vizinha

    Operação prende narcotraficante e apreende R$ 2 milhões no Amazonas

    Comentários