Fonte: OpenWeather

    Agressões


    Em Manaus, homem é ferido por retroescavadeira em briga por terreno

    O conflito é por conta de um terreno que é alvo de disputa judicial entre empresas

     

    O homem foi atingido por uma retroescavadeira
    O homem foi atingido por uma retroescavadeira | Foto: Divulgação

    Manaus – O funcionário de uma empresa de logística, Ricardo Amena Barreto, de 48 anos, ficou gravemente ferido após ser atingido por uma retroescavadeira, na manhã desta terça-feira (29), na rua Benedita Castelo Branco, bairro Flores, Zona Norte de Manaus. 

    O homem estava em um local, que é alvo de disputa judicial, e, por conta disso, teve uma discursão entre ele e o suspeito. 

    Durante a briga, o suspeito pegou a retroescavadeira e atingiu Ricardo. A 12ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) foi acionada para atender a ocorrência. 

    O homem foi socorrido pela equipe do Serviço Móvel de Urgência (Samu) e conduzido para um hospital da cidade com suspeita de fratura no braço.

    O proprietário da Djalma Castello Branco Logística informou à imprensa que o homem ferido é funcionário dele e que não é a primeira vez que situações dessa natureza acontecem no local. 

    "Há muito tempo tem essa confusão nessa área. Da última vez tentaram agredir meus funcionários e eu estava em São Paulo. Agora tentaram matar meu funcionário. Isto está claro, está tudo filmado", afirmou.

    Outro lado

    O advogado, representante da empresa denunciada pelo uso da retroescavadeira para ferir Ricardo, afirmou que a vítima teria ido em direção ao maquinário, jogado pedras e xingado o funcionário.

    Ele confirma também que a troca de agressões verbais e físicas aconteceram após a decisão judicial ter sido favorável para a empresa denunciada. 

    “O cliente só está tentando construir no terreno dele. Quando eles não conseguem decisões favoráveis, usam da força. Eles ameaçam e trazem pessoas para intimidar o trabalho. Temos vídeos de funcionários dele jogando pedra no maquinário. Houve ameaça de morte contra os trabalhadores e contra o dono da empresa”, declarou o advogado 

    A tentativa de homicídio será investigada pela Polícia Civil. Não há informação sobre o estado de saúde de Ricardo.

    Leia mais:

    PF combate garimpo ilegal em terras indígenas no Pará

    Criminosos matam empresário com cinco tiros na Cidade de Deus

    Comentários