Fonte: OpenWeather

    Homicídio


    Jovem assassinada a facadas tinha sonho de fazer faculdade em 2021

    Emilaine de Souza foi morta com pelo menos 35 facadas. Motivação do crime ainda é um mistério

    A vítima sonhava em concluir uma faculdade e teve os planos interrompidos
    A vítima sonhava em concluir uma faculdade e teve os planos interrompidos | Foto: Suyanne Lima/ Reprodução

    Manaus -Natural do município de Parintins, a designer de sobrancelhas Emilaine de Souza Souza, de 19 anos, é definida pela família como uma menina sonhadora, alegre, alto astral e esforçada. A jovem foi brutalmente assassinada, na terça-feira (29), com pelo menos 35 facadas. O crime aconteceu na quitinete onde ela morava, na comunidade da União, no bairro Parque Dez de Novembro, na Zona Centro-Sul de Manaus.

    O velório da vítima acontece em uma funerária na Zona Norte de Manaus até esta quinta-feira (1º). Para a família, o crime ainda é um verdadeiro mistério e a perda precoce de Emilaine deixa o rastro de tristeza.

    "Quando assistimos uma reportagem de um crime cruel, a gente sempre acha que nunca vai acontecer com a nossa família. É inexplicável o que aconteceu, foi muito impactante receber essa notícia. Emilaine era uma jovem cheia de sonhos, cheia de vida, amável com todas as pessoas. Ela sempre brincava com todo mundo e sempre foi muito vaidosa. Por ter sido criada em um salão, desde pequena já sabia que queria trabalhar embelezando as pessoas", relatou a avó materna Maria Elinalva.

    Emilaine tinha uma filha de três anos de idade e planejava fazer faculdade de estética em 2021. Ela havia se casado aos 16 anos, mas acabou se separando do pai da criança - que, atualmente, já tem uma nova família. A jovem morava com a irmã e um amigo na quitinete onde ocorreu o crime.

    De acordo com a avó, há duas semanas ela esteve na quitinete e soube pela outra neta, a irmã de Emilaine, que um amigo delas também estaria morando no local. Há alguns dias, essa pessoa teria viajado e ficaram apenas as jovens.

    "A irmã da Emilaine está em choque. Imagina você chegar em casa e se deparar com a pessoa que mais ama numa poça de sangue. É uma visão que ela jamais vai esquecer. Eu espero que esse crime seja desvendado, pois vemos muitos casos esquecidos. Vai ser lamentável se mais um caso desse cair no esquecimento. São mulheres, independente da beleza, que sonham, que lutam, que são fortes e de muita garra. Vemos as mulheres batalhando pelo seu espaço. Peço, como mulher e como avó, que a Justiça seja feita. Essa pessoa que fez essa crueldade tem que pagar pelos erros", clamou a avó de Emilaine.

    Relacionamento

    Questionada sobre possíveis relacionamentos amorosos de Emilaine, avó disse que ela estava se relacionando com um rapaz há um tempo, mas que o namoro já havia terminado. Para a reportagem, ela contou que um rapaz apareceu no velório e relatou que "ficava" com Emilaine. Ele foi intimado pela Polícia Civil para prestar depoimento e ajudar com informações sobre o caso.

    "Sempre esperamos que nossos filhos e netos nos enterrem primeiro nesse mundo. Nunca pensamos que uma jovem vai ter uma vida de sonhos interrompida ou que vai morrer dessa forma brutal. Queremos Justiça e pedimos respostas da polícia", finalizou.

    Muito emocionada, a tia-avó de Emilaine, Edneuza Ramos, chorou ao ver irmã Maria Elinalva passando pelo luto. Ela agradeceu a presença da imprensa no local do velório e pediu para que cobrássemos respostas das autoridades.

    "Não sabemos o porquê que isso aconteceu, mas independente de tudo, ela era uma jovem: um ser humano. Ninguém tem o direito de tirar a vida de alguém dessa forma. A minha irmã veio para Manaus para trazer o esposo para um tratamento médico, e encontrou a neta morta. Precisamos de respostas", declarou a tia em lágrimas. 

    O caso está sendo investigado pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) e os policiais civis também estiveram no velório para colher informações. Os depoimentos devem ajudar a esclarecer a dinâmica do crime. Além da filha, Emilaine deixa seis irmãos.

    Veja a reportagem no velório:                

    Leia Mais

    Rafael revela que escolheu 'a maior faca' para matar a Miss Manicoré

    Mulher é morta pelo ex com quase 30 facadas no Careiro, interior do AM

    Parentes de mulher morta a facadas pelo ex fazem protesto em Manaus

    Comentários