Fonte: OpenWeather

    Perseguição


    Suspeito de assalto morre após confronto com a Rocam em Manaus

    O suspeito estava cometendo assaltos junto com um comparsa, que foi preso. A dupla usava uma moto e se recusou à obedecer ordem de parada da polícia

    Suspeito que morreu atirou contra a equipe policial, que revidou.
    Suspeito que morreu atirou contra a equipe policial, que revidou. | Foto: Reprodução

    Manaus - Josué Jesus Xavier Lima, de 20 anos, foi morto após trocar tiros com policiais militares da Rocam, no final da noite desta quarta-feira (9). O comparsa dele, identificado como João Carvalho da Silva, de 35 anos, acabou preso depois do confronto. A ocorrência aconteceu no bairro Armando Mendes, Zona Leste de Manaus.

    De acordo com a polícia, a dupla estaria cometendo assaltos na região em uma moto. A equipe da Rocam estava realizando patrulhamento de rotina quando avistou Josué e João em atitude suspeita. Os agentes tentaram abordá-los, emitindo sinais sonoros para que eles parassem.

    No entanto, os suspeitos se recusaram a parar e Josué, que estava na garupa da moto, começou a atirar contra a equipe policial, que revidou.

    O suspeito acabou sendo atingindo pelos disparos e foi encaminhado para o Hospital e Pronto-Socorro João Lúcio, mas não resistiu e morreu. O corpo dele foi removido para o Instituto Médico Legal (IML). 

    João Carvalho, que conduzia a motocicleta, foi capturado pela equipe policial. A moto utilizada pela dupla, modelo CG 160, cor Cinza, estava com restrição de roubo e foi apreendida. Além disso, com os suspeitos foram encontrados uma arma de fogo, com cinco munições e quatro celulares, conforme informou a equipe da Rocam. 

    Encaminhado para o 14º Distrito Integrado de Polícia (DIP), João foi autuado em flagrante por roubo majorado. Ele será conduzido à Central de Recebimento e Triagem (CRT), onde ficará à disposição da Justiça.

    Leia mais

    Mulher é presa com 1,5 kg de drogas e revólver no Redenção 

    Corpo de homem é encontrado com perfuração no pescoço, em Manaus

    Catador é preso por manter esposa e filho de 1 ano em cárcere privado

    Comentários