Fonte: OpenWeather

    Execução


    Adolescente é perseguido e morto por membros de facção no Monte Sião

    O garoto de 16 anos pode ter sido morto por conta da guerra entre traficantes no local

    O corpo foi removido pelo Instituto Médico Legal (IML) | Foto: Suyanne Lima

    Manaus - Um jovem de 16 anos foi perseguido e morto a tiros na noite desta terça-feira (2), em um beco na rua 13, na comunidade Monte Sião, no bairro Jorge Teixeira, na Zona Leste de Manaus. 

    De acordo com a equipe da 30ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), familiares do jovem informaram que ele foi surpreendido por criminosos no momento que caminhava pelo beco. Ele recebeu os tiros e ainda tentou correr para dentro da casa onde morava, mas foi perseguido. Dentro do imóvel os suspeitos "terminaram o serviço".

    "Possivelmente é mais uma morte relacionada à guerra do tráfico de drogas. Familiares relataram que ele tinha envolvimento com drogas. Os suspeitos seriam de uma facção que comanda  pontos de vendas na comunidade Valparaíso", relatou um policial militar. 

    Moradores afirmam que ouviram, pelo menos, sete tiros. A vítima, identificada como Guilherme Costa Ferreira, era conhecida pelos vizinhos e amigável com todos.

    "Ele era um menino muito doce. Ainda tentando assimilar que isso aconteceu. Foi assustador, muitos tiros", disse uma vizinha da vítima, que preferiu não ter o nome revelado. 

    O corpo dele foi removido pela equipe do Instituto Médico Legal (IML) e o caso será investigado pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).

    Veja a reportagem no local do crime:


    Comentários