Fonte: OpenWeather

    Apreensão


    Trio investigado por vender oxigênio de ONG de forma ilegal é preso

    Um dos suspeitos era responsável por se infiltrar em uma ONG e enchia os cilindros como se fosse para uma finalidade lícita mas acabava desviando os cilindros

     

    O grupo chegava a cobrar valores de R$ 2 a R$ 3 mil por cada cilindro
    O grupo chegava a cobrar valores de R$ 2 a R$ 3 mil por cada cilindro | Foto: (Divulgação)

    Manaus - Investigados por estelionato, Deborah B. O. A, de 23 anos, Eduardo R. D. L, 49 anos e João V. A. D. S, 26 anos, foram presos durante operação policial na tarde desta terça-feira (30), por volta de meio-dia, no bairro Cachoeirinha, na Zona Sul de Manaus.

    Conforme o delegado Denis Pinho, da Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (Derfd), João era o responsável por se infiltrar em uma ONG e enchia os cilindros  como se fosse para uma finalidade lícita mas acabava desviando os cilindros.  

    "Recebemos informação que o grupo chegava a cobrar valores de R$ 2 a R$ 3 mil e inclusive estamos apurando que na época em que faltou oxigênio no estado do Amazonas, eles chegaram a pedir R$ 6 mil em um cilindro de oxigênio. Estamos em diligências  para saber desse quando isso acontecia e para detectar o envolvimento de mais pessoas", explicou o delegado. 

    Denis Pinho alertou ainda que caso as pessoas precisem comprar oxigênio,  que procurem a procedência do gás  para não estarem sujeitos a responder pelo crime de receptação. 

    Na ação foram apreendidos nove cilindros de oxigênio,  R$ 1,5 mil, um veículo modelo Fiat Strada e aparelhos celulares dos suspeitos. Os materiais apreendidos serão periciados. 

    O trio foi encaminhado à Derfd, onde foi indiciado por estelionato.  Eles serão encaminhados à Central de Recebimento e Triagem (CRT), onde irão ficar à disposição da Justiça.

    Leia Mais:

    Dupla que roubou celulares na linha 678 é presa em Manaus

    Mulher é espancada, estuprada e incendiada após perder dinheiro; veja

    Homem baleado por 'justiceiro' após assalto morre em Manaus

    Comentários