Fonte: OpenWeather

    Homicídio


    Ameaçado após postar foto de facção, motoboy é morto a tiros em Manaus

    Vítima foi atacada quando trabalhava com entregas de lanches

     

    Ramon era casado e e deixou duas filhas
    Ramon era casado e e deixou duas filhas | Foto: Divulgação

    MANAUS - No momento em que trabalhava, o entregador de delivery Ramon Pereira Martins, de 23 anos, foi executado na noite de quinta-feira (31), na rua Jequié, no bairro Lírio do Vale 2, na Zona Centro-Oeste de Manaus. A vítima ainda chegou a ser socorrida, mas não resistiu aos ferimentos. 

    Testemunhas relataram aos policiais da 19ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), que a vítima foi surpreendida por homens em uma motocicleta que efetuaram os disparos. A vítima ficou caída e agonizou até ser encaminhada ao Serviço de Pronto Atendimento (SPA) do Alvorada, onde já chegou sem vida.

    Outra versão apresentada e registrada pela polícia é que quatro suspeitos em um carro, modelo Classic, de placa não identificada, participaram do crime. 

    Leia também: Após abordagem da Rocam, entregador de delivery é morto em Manaus

    Ainda conforme o registro do Centro de Comunicações Operacionais Policiais Militares (Cecopom), a família de Ramon relatou às autoridades que o motoboy estava sendo ameaçado, pois teria publicado imagens com grupo de facção e passou a ser intimidado por outro grupo rival. 

    Os policiais fizeram pesquisa no Sistema Integrado de Segurança Pública (Sisp), mas não encontraram nenhuma passagem em nome da vítima. 

    Ramon era casado e e deixou duas filhas. O corpo dele foi removido para equipe do Instituto Médico Legal (IML). A Polícia Civil investiga a motivação e autoria do homicídio. 

    Leia mais 

    'Erro policial', diz família de jovem morto após abordagem em Manaus

    Em Manaus, amigos protestam e pedem justiça por morte de jovem Endrio

    Irmãos tentam matar o próprio pai com enxadadas e acabam presos no AM


    Comentários