Fonte: OpenWeather

    Polícia


    Mulher cria emboscada para motorista de app, mas acaba presa em Manaus

    Para impedir o roubo, o motorista de aplicativo acionou os seus colegas de trabalho

     

    Caso foi registrado no 14º DIP
    Caso foi registrado no 14º DIP | Foto: Divulgação

    MANAUS  - Katiane Andrade Pontes foi presa, na noite de terça-feira (5), após montar uma emboscada para assaltar um motorista de aplicativo, no bairro Cidade de Deus, zona Norte de Manaus. Segundo a polícia, a suspeita foi violentamente agredida por colegas de trabalho da vítima. Além da tentativa de roubo, haviam três mandados de prisão em aberto em nome de Katiane.

    De acordo com a 13ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), a mulher solicitou uma corrida a um motorista de aplicativo. Durante o trajeto, a vítima ouviu a mulher tramando, por telefone com outros comparsas, que ele seria  roubado e levado ao ramal do Brasileirinho, na zona Leste.

    Para impedir o roubo, o motorista de aplicativo acionou os seus colegas de trabalho, que o localizaram por meio do GPS. Na ocasião, a mulher foi violentamente agredida, e só não foi linchada, porque uma viatura da 13ª Cicom chegou ao local.

    Katiane foi levada ao hospital e, em seguida, foi conduzida à sede da 14º Distrito Integrado de Polícia (DIP), onde foi constatado que ela havia mandados de prisão em aberto por roubo, associação criminosa e estelionato. Ela foi presa e encaminhada à Central de Recebimento e Triagem (CRT), onde deverá permancer à dispsoição da Justiça.

    Outro suspeito espancado na zona Norte

    Suspeito de cometer arrastões, um jovem de 18 anos, também foi espancado pela população e atingido com um tiro nas costas na noite desta segunda-feira (5), na rua Lagoa Grande, do conjunto Canaranas, no bairro Cidade Nova, na Zona Norte de Manaus. 

    Leia mais

    Amazonas recebe motos e embarcações para reforçar combate à malária

    Traficantes envolvidos em assassinatos são alvos de operação em Manaus

    PF investiga grupo que fraudava auxílio emergencial em Manaus

    Comentários