Fonte: OpenWeather

    Homicídio


    Polícia acha 2ª corpo, após invasão de encapuzados em beco de Manaus

    Testemunhas relataram que vários homens encapuzados e fortemente armados invadiram o beco e atiraram na localidade

     

    Segundo corpo  corpo dele estava dentro de uma casa em uma área de rip-rap
    Segundo corpo corpo dele estava dentro de uma casa em uma área de rip-rap | Foto: Suyanne Lima

    MANAUS - Ao longo da ocorrência de homicídio de João Paulo Palheta Teixeira, de 28 anos, a polícia acabou recebendo a informação que um ataque criminoso ocorrido na noite de quinta-feira (15), no beco Mossoró, no bairro de Petrópolis, na Zona Sul, havia deixado uma segunda vítima fatal: Kaylon Corrêa Santana, de 21 anos. O corpo dele estava dentro de uma casa em uma área de rip-rap. 

    Testemunhas relataram que vários homens encapuzados e fortemente armados invadiram o beco e atiraram na localidade. Eles mataram João e logo em seguida Kaylon. Um homem de 26 anos acabou sendo baleado no pé. 

    Conforme a Polícia Militar, Kaylon tem passagem por tráfico de drogas e possivelmente o ataque foi motivado por disputa entre facções criminosas.

    O local do crime foi isolado e equipes policiais realizaram incursões em busca dos suspeitos. No entanto, ninguém foi preso. 

    O corpo de Kaylon foi removido pela equipe do Instituto Médico Legal (IML) e o caso será investigado pela Polícia Civil.

    Leia mais 

    Homem é executado por encapuzados no beco Mossoró

    Cinegrafista baleado em assalto tem projétil retirado das costas

    Mulher acusa ex-namorado de espancamento no Centro de Manaus



    Comentários