Fonte: OpenWeather

    Julgamento


    Caso Heloísa: Audiência e julgamento de Saboia será na quarta (16)

    Vítima teve as unhas arrancadas e foi estrangulada pelo acusado em um casarão no Centro de Manaus

     

    Heloísa foi morta em dezembro de 2019 no Centro de Manaus
    Heloísa foi morta em dezembro de 2019 no Centro de Manaus | Foto: Divulgação

    Manaus - O dia tão esperado pelos familiares da estudante de técnico de enfermagem Heloísa Medeiros da Silva, que tinha 17 anos, está bem próximo. A audiência de instrução e julgamento de Michael Sabóia de Souza, está marcada para a próxima quarta-feira (16), às 9h, no Fórum Ministro Henoch da Silva Reis, no bairro São Francisco, na Zona Sul de Manaus. Suspeito de arrancar as unhas, cortar os cabelos e estrangular a adolescente, Michael está preso desde o dia 5 de junho de 2020, quando foi localizado no estado do Maranhão. 

    Para a família que aguarda respostas desde o dia 15 de dezembro de 2019, quando o corpo de Heloísa foi encontrado em um casarão no Centro de Manaus, esse dia pode marcar a concretização dos pedidos de justiça feitos pela família que nunca deixou o crime cair no esquecimento. 

    "

    Nós estamos muito confiantes e por todo esse tempo tudo tem dado certo. Tudo no tempo de Deus, que sempre esteve na nossa frente sempre. O que vai acontecer daqui para frente está nas mãos do juiz "

    Vanusa Medeiros, mãe de Heloísa

     


    O tio da jovem, Fábio Medeiros, relembrou toda a luta da família para que Michael fosse localizado e preso.

    "

    Será um dia especial e de muita expectativa para nossa família. Esperamos que a justiça seja feita pela morte da minha sobrinha Heloisa. Quem acompanhou tudo até hoje sabe que não foi nada fácil viver tudo isso. Heloísa não merecia morrer da forma que morreu sem nenhum motivo. Iremos até o fim por Justiça "

    ,

     



     

    Michael foi preso no Maranhão
    Michael foi preso no Maranhão | Foto: Divulgação

    Michael foi preso no Maranhão após busca realizada pela equipe da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS). A imagem dele já havia sido divulgada à imprensa e ele estava desaparecido desde o encontro do corpo de Heloísa. A jovem foi vista pela última vez na companhia do suspeito, quando deixou uma casa noturna no bairro Nossa Senhora das Graças, na Zona Centro-Sul de Manaus. 

    Segundo o delegado Paulo Martins, que era o titular da especializada na época da prisão, Michael cortou os cabelos de Heloisa e arrancou as unhas dela com o intuito de dificultar a identificação da jovem, após desovar o corpo dela. 

    “O intuito dele era desfigurar a moça para dificultar a identificação dela, ele teve três ideias, além dessa, que seria embrulhar o corpo dela em um plástico e jogá-la no rio para ser comida pelos peixes”, disse o delegado. 

      A polícia diz também que a terceira ideia de Michael seria jogar o corpo da jovem no terreno baldio ao lado da casa dele, para que o corpo fosse devorado por urubus. Ele ainda dormiu com o cadáver da jovem em seu quarto, e, até esteve presente em um aniversário dois dias após assassinar Heloisa.  


    Pedido de perdão

    No dia 9 de junho do ano passado, já na capital amazonense, Michael Sabóia pediu perdão à mãe de Heloísa após entrar na delegacia e argumentou que estava bêbado e não queria matar a jovem.

    "Ele pode esquecer que um dia terá meu perdão. O que ele fez com a minha filha foi injusto, ela não teve direito de defesa. Por maior motivo que ele tenha, é difícil acreditar que ele demonstre arrependimento nesse momento. É uma revolta grande, nunca vimos esse homem antes", argumentou Vanusa, à imprensa, naquele dia. 

    Michael foi recolhido ao sistema prisional e responde pelo crime de feminicídio e ocultação de cadáver. A família deve acompanhar o julgamento do lado de fora do fórum. 

    Leia Mais

    Amigas revelam à família o perfil do suspeito de assassinar Heloísa

    Sociedade cobra e polícia diz que caso Heloísa não foi esquecido 

    Mãe de Heloísa confronta mãe de Michael Sabóia em delegacia

    Comentários