Fonte: OpenWeather

    Corpo encontrado


    Vídeo: corpo é encontrado dentro de geladeira em igarapé de Manaus

    O corpo foi encontrado havia sinais de tortura e golpes de arma branca

     

     

    A causa da morte será apontada após exame
    A causa da morte será apontada após exame | Foto: Reprodução

    Manaus -  Casos de execuções com requintes de crueldade e jogos espalhados pela cidade são cada vez mais comuns por conta da onda de violência, relacionada a guerra do tráfico de drogas. 

    Um corpo do sexo masculino com sinais de tortura dentro de uma geladeira deteriorada surpreendeu moradores de uma área de rip-rap na avenida Autaz Mirim, no bairro Tancredo Neves, na Zona Leste de Manaus.

     

    Bombeiros militares atuaram no resgate do corpo
    Bombeiros militares atuaram no resgate do corpo | Foto: Reprodução

    O caso foi registrado na manhã desta quinta-feira (17), por volta das 9h, após um catador de sucatas ver parte da geladeira no igarapé e ao abrir a tampa encontrou o corpo do homem. Policiais da 14° Companhia Interativa Comunitária (Cicom) foram acionados para atender a ocorrência.

    "Aqui é uma área vermelha totalmente dominada pelo tráfico de drogas. Nós que somos moradores muitas vezes somos parados pelos criminosos que confirmam se somos da área. Esse tipo de crime com extrema violência nos assusta. Não é a primeira vez que encontram corpo aqui", contou um morador que preferiu não se identificar.

     

    Um catador de sucatas encontrou o corpo
    Um catador de sucatas encontrou o corpo | Foto: Cesar Gomes

      O corpo do homem estava com mãos e pés amarrados e um pano enrolado no pescoço. A vítima vestia uma bermuda preta.  

    Nenhum familiar esteve no local para reconhecer o corpo. Uma faca e possível arma usada no crime foi encontrada dentro da geladeira e recolhida pela Polícia Civil. Bombeiros militares atuaram no resgate do corpo que estava em um local de difícil acesso.

    Policiais civis da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) também estiveram no local recolhendo detalhes para a investigação. 

    A causa da morte será apontada após exame necroscópico no Instituto Médico Legal (IML), mas a suspeita é que a vítima tenha sido atingida com golpes de arma branca. A motivação e autoria do crime segue desconhecida.

    Desovado em lixão e rio

    Enrolado em uma lona, o corpo de uma mulher, ainda não identificada, foi encontrado no início do mês de junho em uma lixeira viciada localizada na rua Manaus, bairro Compensa, Zona Oeste de Manaus. O cadáver foi identificado por moradores da comunidade que foram descartar lixo e estranharam o formato da embalagem deixada no lugar. 

      Conforme a perícia feita na cena do crime, a vítima foi morta por asfixia e teria sofrido tortura. O bilhete estava fixado em uma sacola e preso na loca com fita adesiva.  

    Em abril deste ano, o corpo de uma mulher foi encontrado boiando no rio Castanho, em Careiro Castanho, a 88 quilômetros de Manaus.

    Os requintes de crueldade que cercam o caso assustaram os moradores da cidade: o corpo da mulher estava presa à uma hélice (também conhecido como palheta), com as pernas e braços amarrados e a boca amordaçada.

    O corpo foi encontrado em um estado avançado de decomposição, com os membros amarrados. Além disso, foram detectados vários sinais de violência no corpo da vítima, o que levanta a possibilidade da mulher ter sofrido uma sessão de tortura, antes de ter sido morta.

    Veja o resgate do corpo no igarapé:

    | Autor: Reprodução
     

    Leia mais:

    Corpo de menina estuprada e morta em Parintins é encontrado em rio

    Jovem é morto com tiro na cabeça na Compensa

    Comentários