Fonte: OpenWeather

    DECCM


    Bêbado, homem agride e tenta matar esposa a facadas em Manaus

    O caso ocorreu na rua 56, do bairro Novo Aleixo, na Zona Norte

     

    Suspeito preso pela 27ª Cicom
    Suspeito preso pela 27ª Cicom | Foto: Divulgação

    Manaus - Por muito pouco, mais um caso de violência doméstica não termina em tragédia em Manaus. Na manhã desta sexta-feira (25), um homem de 35 anos foi preso em flagrante por ameaçar e agredir a própria esposa dele, de 30 anos.  

    O caso ocorreu na rua 56, do bairro Novo Aleixo, na Zona Norte de Manaus. A vítima chegou a ser lesionada com uma faca e acionou os policiais militares da 27ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom). 

    "

    A vítima informou que o esposo havia chegado bêbado e possivelmente drogado. O homem estava muito agressivo e conforme relatos da própria vítima isso já havia acontecido antes. Ela chegou a registrar um Boletim de Ocorrência, mas teria acreditado na promessa de que o suspeito iria mudar e retirou a queixa "

    explicou o cabo C. Silva, da 27ª Cicom.

     

    Silva informou ainda que a faca utilizada pelo suspeito foi apreendida e ele ao se deparar com a equipe policial perdeu toda a agressividade. 

    O suspeito foi encaminhado à Delegacia Especializada em Crimes contra a Mulher (DECCM), onde serão adotados os procedimentos cabíveis.  

    A vítima deve passar por exame de corpo de delito no Instituto Médico Legal (IML). O laudo das agressões irá compor o Inquérito Policial.

    Capa do Vídeo
    Chegada do suspeito na DECCM | Autor: Divulgação
     

    Casos de violência contra mulher cresceram no Amazonas

    A notificação de crimes de violência doméstica contra mulheres cresceu 34% no ano passado no Amazonas. Foram registradas 25.132 ocorrências, seis mil casos a mais que em 2019. Os dados são da Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM).

    Leia mais 

    Mais de 1,7 mil mulheres no AM sofreram violência psicológica em 2021

    Mulher é espancada e ameaçada de morte após negar sexo ao marido

    Três mulheres são presas após espancarem grávida em Parintins



    Comentários