Fonte: OpenWeather

    Feminicídio


    Vídeo: cantor é preso acusado de matar namorada e simular suicídio

    Exames periciais solicitados pela Polícia Civil descartaram a hipótese de a jovem ter tirado a própria vida

    Talita Portugal morreu no dia 6 de setembro
    Talita Portugal morreu no dia 6 de setembro | Foto: Divulgação

    Um cantor de 27 anos foi preso acusado de matar a namorada, de 24 anos, e simular o suicídio dela. Ele foi preso no município de Ariquemes, em Rondônia, na noite de sexta-feira (18).

    Talita Portugal morreu no dia 6 de setembro, na residência do casal, localizada no Vale do Jamari. Após a Polícia Civil ficar com dúvidas sobre uma primeira versão contraditória dos fatos, contada pelo rapaz, um inquérito para apuração do caso foi instaurado. 

    Durante investigações, alguns laudos médicos apontaram que as lesões no corpo da mulher eram diferentes dos ferimentos causados por suicídio.

    Com esses indícios, o delegado responsável pediu a detenção do namorado dela. O mandado foi cumprido com prisão temporária de 30 dias, podendo ser prorrogada.

    Caso condenado, o homem pode pegar pena de 12 a 30 anos de reclusão pelo crime de feminicídio.

    Leia mais:

    Nove pessoas são indiciadas pela morte de policias em Nova Olinda

    Rocam prende homem com 3 kg de drogas na Zona Norte

    Pai é preso suspeito de estuprar filha adolescente há 3 anos em Manaus

    Comentários