Fonte: OpenWeather

    Chacina


    Família é assassinada em saída de garimpo

    Uma jovem de 19 anos foi salva, após falar que estava grávida

     

    A família foi morta após  quatro homens encapuzados e armados abordarem o carro das vítimas
    A família foi morta após quatro homens encapuzados e armados abordarem o carro das vítimas | Foto: Arquivo pessoal

    Quatro pessoas, sendo três da mesma família, foram mortas em uma chacina na saída de um garimpo em Aripuanã, no Mato Grosso. Conforme informações, uma quinta vítima, uma jovem de 19 anos, foi salva após falar que estava grávida e o marido implorar por sua vida.  

    Entre as vítimas está Jonas dos Santos, de 25 anos, garimpeiro e marido da jovem grávida, Elzilene Tavares Viana, de 41, conhecida como Babalu, o filho dela, Luiz Felipe Viana Antônio da Silva, de 19, e o marido dela, Leôncio José Gomes, de 40. Segundo informações da imprensa local, a polícia não informou o que as vítimas faziam no local.

    Os corpos foram encontrados após pessoas próximas de Jonas notarem sua ausência no trabalho. Ele e a esposa pretendiam ir para Juína (MT), junto com a família de Elzilene, quando o carro em que estavam foi abordado por quatro homens encapuzados e armados que bloquearam a via.

    As vítimas foram algemadas, levadas para uma estrada, em direção ao município de Juína, e, em seguida, executadas. A jovem que sobreviveu foi levada de carro pelos suspeitos até Juína, onde eles pagaram a passagem de ônibus dela e disseram para ela "desaparecer".

    Segundo informações, a Delegacia de Polícia Civil de Aripuanã irá investigar o crime e ouvir a jovem que sobreviveu. 

    *Com informações de Uol

    Leia mais: 

    Chacina com 17 mortos no Crespo foi orquestrada pela polícia, diz MPAM

    AM é o 13º no Brasil com maior índice de jovens assassinados

    Sobrevivente de chacina é sequestrado sete meses depois em Manaus

    Comentários