Fonte: OpenWeather

    Caso Henry


    Imagens: Jairinho recebe sanduíche de diretor de presídio do RJ

    Por causa das denúncias, o gestor pediu exoneração do cargo

     

     

    Não foi aberto nenhum procedimento para investigar as denúncias de que o vereador teve tratamento privilegiado na prisão
    Não foi aberto nenhum procedimento para investigar as denúncias de que o vereador teve tratamento privilegiado na prisão | Foto: Reprodução

    Acusado pela morte do menino Henry Borel Medeiros, de 4 anos, imagens mostram o vereador e médico Jairo Souza Santos Júnior, o Dr. Jairinho (sem partido),recebendo um sanduíche das mãos do próprio diretor da unidade, Ricardo Larrubia da Gama, por volta das 15h30, no último dia 8. 

    Imagens enviadas pela Secretaria de Administração Penitenciária (Seap) ao Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro, mostram o vereador e médico no interior da Cadeia Pública José Frederico Marques, em Benfica, zona norte do Rio.

    O vídeo, exclusivo do jornal O Globo, de menos de 15 segundos, revela o político recebendo um sanduíche. Por causa das denúncias, o gestor pediu exoneração.

    Segundo o secretário de Administração Penitenciária do estado, Raphael Montenegro, o lanche entregue por Larrubia no dia da filmagem é o mesmo que era servido para os demais detentos. De acordo com Montenegro, não há indícios de que houve regalias ao preso.

    O secretário explicou que não foi aberto nenhum procedimento para investigar as denúncias de que o vereador teve tratamento privilegiado na prisão, pois as imagens das câmeras de segurança da cadeia foram analisadas e nada foi constatado.

    *O Globo

    Leia mais:

    Polícia apreende celular usado pelo menino Henry Borel

    Dr. Jairinho e mãe de Henry ficarão isolados em presídios do RJ

    Comentários