Fonte: OpenWeather

    Serial Killer


    Caçada a Lázaro: 15 dias e apenas rastros e rituais são achados

    Informações sobre o paradeiro do serial killer podem ser encaminhadas ao disque-denúncia: (061) 9 9839-5284.

       

    Lázaro passou a usar suas habilidades de sobrevivência
    Lázaro passou a usar suas habilidades de sobrevivência | Foto: Divulgação

    Ações das forças de segurança mobilizadas para “caçar” o serial killer Lázaro Barbosa, nas matas de Goiás, chegam ao 15º dia de buscas nesta quarta-feira (23).

    Na tarde de terça  (22), a polícia encontrou um serrote e um lenço sujo de terra, bem como um carro incendiado. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública de Goiás, todos os objetos passam por perícia, para saber se foram ou não utilizados pelo assassino.

    Com fonte de alimentos cada vez mais escassa, o criminoso passou a usar suas habilidades de sobrevivência e recorreu a animais da fauna local para saciar a fome.

    Equipes que fazem incursões nas matas encontraram até rãs desossadas, supostamente deixadas pelo criminoso.

     

    Anfíbio podem ter sido usado para rituais
    Anfíbio podem ter sido usado para rituais | Foto: Divulgação

    O anfíbio estava perto de algumas pedras, às margens de um dos córregos usados por Lázaro para se movimentar pela mata. Ao lado do animal, foi deixado um fação, aparentemente pouco amolado, recolhido pelos integrantes da força-tarefa. Acredita-se que o objeto era usado pelo psicopata, mas foi abandonado quando perdeu o corte.  

    Há suposições também de que se o anfíbio não foi usado para alimento, teria servido para rituais afim de pedir proteção e sucesso na fuga. Os agentes encontraram pelo caminho, durante as diligências, vários rituais supostamente deixados pelo psicopata.

    Defesa?

    Em relação a Lázaro ser representado por advogados que negociariam sua entrega, a polícia informa que não chegou ao conhecimento dos agentes de segurança informações sobre o assunto.

    “Não chegou nenhuma informação para a força-tarefa nesse sentido. Caso o fugitivo realmente esteja sendo representado por algum advogado e haja esse interesse, é solicitado que a força-tarefa seja procurada".

    Denuncia

    Informações sobre o paradeiro do serial killer podem ser encaminhadas ao disque-denúncia:(061) 9 9839-5284. A polícia pede que a população evite passar troque, o que dificulta o trabalho dos agentes de segurança.

    Leia mais

    Caso Lázaro: polícia acredita que serial killer tenha fugido por rio

    Mesmo longe, Lázaro mexe com imaginário e gera medo em amazonenses

    Empresário oferece R$ 50 mil por pistas sobre Lázaro Barbosa

    Comentários