Fonte: OpenWeather

    Violência


    Estuprada grávida, mulher desmaia durante prisão de acusado em Manaus

    Ela estava com 12 semanas de gestação e sofreu um aborto após o crime. Homem nega autoria do estupro

    A poucos metros do homem que destruiu sua vida, uma mulher de 34 anos desmaiou, na manhã desta sexta-feira (13), no prédio do 6º Distrito Integrado de Polícia (DIP), ao relembrar o episódio que viveu no dia 20 de maio deste ano. Ela estava grávida de 12 semanas quando foi violentada por Márcio Romero do Nascimento Silva, de 30 anos, que foi apresentado durante coletiva de imprensa da Polícia Civil do Amazonas. 

    Márcio nega a autoria do crime, mesmo tendo sido capturado após o reconhecimento da vítima por meio de imagens de câmeras do circuito interno de segurança de uma drogaria. Ele foi preso em Juruti, no Pará. 

    Leia também: Em Manaus, adolescente diz ter sido forçada a interromper gravidez

    Informações sobre o crime foram divulgadas em coletiva de imprensa na manhã desta sexta
    Informações sobre o crime foram divulgadas em coletiva de imprensa na manhã desta sexta | Foto: Josemar Antunes

    De acordo com o delegado Ricardo Cunha, titular da unidade policial, o crime aconteceu em um terreno baldio localizado na avenida Noel Nutels, bairro Cidade Nova, Zona Norte de Manaus. 

    A princípio, Márcio teria paquerado a mulher, mas ao ser rejeitado acabou agredindo a mulher a estuprando em seguida. Ele foi preso após denúncias anônimas.

    Após ser estuprada, a vítima sofreu um abordo e ficou internada por nove dias. 

    Edição: Isac Sharlon

    Leia mais:

    Presos envolvidos em homicídio de grávida no bairro Alvorada

    'Loirinho' sorri ao confessar assassinato de grávida, em Manaus

    Em Tempo cria lista de transmissão de notícias pelo WhatsApp


    Comentários