Fonte: OpenWeather

    Execução


    Presidiário é alcançado e morto por cinco homens armados no Ouro Verde

    "Vassourinha" foi morto com vários tiros na rua Sucupira após tentar fugir dos cinco homens armados na zona Leste


    Manaus - O presidiário do regime semiaberto, conhecido como "Vassourinha", de 32 anos, bem que tentou fugir de cinco homens armados pelas ruas do Ouro Verde, zona Leste de Manaus, mas ele acabou sendo alcançado e executado com vários tiros na noite desta terça-feira (17).

    Os suspeitos de cometer o crime fugiram sem ser identificados. De acordo com o tenente da 11ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), W. Oliveira, os suspeitos estavam em um carro, modelo Onix, de cor preta e placa não informada.

    "As testemunhas falaram para a nossa equipe policial que a vítima estava descendo a ladeira, quando foi abordada pelos suspeitos. Ao perceber que os ocupantes do veículo estavam armados, o homem correu", explicou o policial.

    Ainda conforme a polícia, "Vassourinha" tentou escapar da morte, mas foi alcançado por pelo menos cinco executores. Eles efetuaram vários disparos contra a vítima, que morreu na hora. Ele foi morto na rua Sucupira.

    "Vassourinha" ainda tentou fugir dos assassinos, mas acabou alcançado e morto
    "Vassourinha" ainda tentou fugir dos assassinos, mas acabou alcançado e morto | Foto: Marcio Melo

    "Vassourinha" tem passagem por tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo. Segundo a polícia, ele estava sendo monitorado por tornozeleira eletrônica do sistema penitenciário do Amazonas.

    Leia também: Adolescente usuário de drogas é morto a pauladas no conjunto Manoa

    Familiares da vítima estavam no local, mas preferiram não comentar o caso com a imprensa. Os funcionários do Instituto Médico Legal (IML) realizaram a remoção do corpo, logo após o trabalho dos peritos do Departamento de Perícia Técnico-Científica (DPTC), da Polícia Civil.

    O homem foi morto com vários tiros
    O homem foi morto com vários tiros | Foto: Marcely Gomes

    A Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) vai investigar o caso. A princípio, a polícia trabalha na hipótese de acerto de contas proveniente do envolvimento de "Vassourinha" com o crime.

    "Ele deve ter despertado a fúria de alguém para ter tantos assassinos atrás dele e ter morrido assim com tantos tiros no rosto", disse um morador que não quis ser identificado.

    Outra morte de presidiário

    Também sendo monitorado por tornozeleira eletrônica, um homem conhecido como "Golias", foi executado com pelo menos 10 tiros de arma de fogo na noite de segunda-feira (16). O crime aconteceu na avenida Brasil, no bairro Santo Antônio, Zona Oeste de Manaus.

    A vítima estava vendendo churrasco quando foi abordada por dois suspeitos a pé, que efetuaram os disparos a queima-roupa e depois fugiram.

    Leia mais

    Homem tenta ferir policial com tesoura, leva tiro e morre em Manaus

    Auxiliar de produção é morto com seis tiros em bar na Cachoeirinha

    Bandidos encapuzados invadem casa e executam homem no bairro da Paz

    Comentários