Fonte: OpenWeather

    Homicídio


    'Sapo' é assassinado com três tiros por dupla em moto no Mutirão

    O homem estava sentado em uma calçada quando foi surpreendido pelos criminosos. O garupa efetuou os disparos

    Trabalho da perícia sendo acompanhado por policiais militares | Foto: Josemar Antunes

    Manaus - Um ajudante de pedreiro de 29 anos, conhecido como "Sapo", foi assassinado a tiros, na noite de sábado (22), na rua 1 com a rua 50, conjunto Amazonino Mendes, mais conhecido como "Mutirão", bairro Novo Aleixo, Zona Norte de Manaus. Dois homens são apontados como autores do crime.

    De acordo com informações do sargento S. Linda, da 27ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), Sapo estava sentado na calçada quando dois homens chegaram ao local em uma motocicleta preta e, em seguida, o garupa efetuou os disparos.

    Os criminosos fugiram sem serem identificados. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado pelos policiais militares, mas a vítima não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

    Muro com a sigla o Comando Vermelho
    Muro com a sigla o Comando Vermelho | Foto: Josemar Antunes

    O crime aconteceu próximo a um muro com a sigla "CV". A área, segundo a polícia, é dominada pela facção criminosa Comando Vermelho. 

    A perícia criminal do Departamento de Polícia Técnico-Científica (DPTC) confirmou que a vítima foi atingida com dois tiros nas costas e outro na perna esquerda. A arma usada no crime, conforme a perícia, foi, possivelmente, um revólver calibre 38.

    O corpo foi removido ao Instituto Médico Legal (IML). A Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) vai investigar o crime. A polícia trabalha com a hipótese do crime está relacionado ao tráfico de drogas.

    Leia mais: 

    Assaltantes matam funcionário da Sefaz na frente de casa em Manaus

    Briga durante consumo de drogas termina com três esfaqueados em Manaus

    Criminosos arrancam coração de homem e jogam corpo em igarapé, no AM

    Comentários