Fonte: OpenWeather

    operação chancela


    Preso bando especializado em roubo e adulteração de veículos em Manaus

    Outros integrantes da quadrilha atuavam de dentro dos presídios. Eles eram "atendentes", oferecendo o serviço de venda de veículos por telefone

    Há cinco meses o grupo era investigado | Foto: Divulgação/Erlon Rodrigues/PC-AM

    Manaus - Uma quadrilha especializada em furto, roubo e adulteração de veículos foi presa pela Polícia Civil (PC) durante as investigações da operação "Chancela". O grupo atuava na capital e em municípios da região metropolitana, conforme informações apresentadas na manhã desta quarta-feira (28) na sede da Delegacia Geral, Zona Centro-Oeste.

    Ao todo, foram presos 16 homens, sendo George André de Oliveira, de 44 anos, o líder do grupo. Um dos delegados que comandou a operação, Cícero Tulio, explicou que o grupo estava sendo investigado há cinco meses. Desde às 6h de ontem (27), os 16 mandados de prisão temporária começaram a serem cumpridos.

    Cinco carros e uma moto foram recuperados na segunda fase da operação
    Cinco carros e uma moto foram recuperados na segunda fase da operação | Foto: Divulgação/Erlon Rodrigues/PC-AM

    "Identificamos que eles operavam em diversos direcionamentos com núcleos criminais divididos de forma inteligente. O eixo administrativo gerenciava as estratégias do bando, o financeiro respondia pela comercialização dos veículos adulterados e a aplicação de estelionatos. Já o operacional roubava e furtava para o grupo", detalhou.

     George André é empresário e dono de uma revendedora de veículos por financiamento, em que realizava o estelionato de terrenos também, conforme aponta investigadores da PC. Durante os sete mandados de busca e apreensão, foram recuperados cinco carros e uma moto, além de diversos documentos falsificados.

    As autoridades explicaram que o bando funcionava em três eixos específicos
    As autoridades explicaram que o bando funcionava em três eixos específicos | Foto: Nícolas Daniel Marreco/Em Tempo

    O secretário de Segurança Pública do Estado do Amazonas (SSP-AM), Amadeu Soares, apontou que um membro da quadrilha era especializado em atender facções e grupos criminosas para a clonagem desses documentos.

    "Felipe 'Transformer', como o próprio apelido sugere, oferecia um serviço de software que plagiava documentos com a assinatura de autoridades públicas e repassava aos bandos", frisou.

    O programa apresentado pela polícia mostra em detalhes a assinatura digital clonada do titular do Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM). Soares ainda apontou que as próximas linhas de investigação se darão no enfoque às instituições financeiras participantes, como vítimas ou contribuintes, do esquema criminosos.

    O software usado pelos criminosos clonava a assinatura do titular do Detran-AM
    O software usado pelos criminosos clonava a assinatura do titular do Detran-AM | Foto: Nícolas Daniel Marreco/Em Tempo

    Felipe Almeida dos Santos, de 25 anos, o "Transformer",  já foi preso quatro vezes, segundo um investigador da Especializada de Furtos e Roubos de Veículos (DERFV), pelo mesmo crime de adulteração de veículos. Ele respondia em liberdade e agora irá ser indiciado criminalmente pela quinta vez. 

    Outros participantes da quadrilha atuavam de dentro de penitenciárias como o Centro de Detenção Provisório Masculino (CDPM), a Unidade Prisional de Puraquequara (UPP), entre outros. A PC disse que todos eram "atendentes" e operavam com um celular nesses locais, oferecendo o serviço de venda de veículos por telefone. Todos foram recolhidos à delegacia e serão novamente ouvidos pela Justiça.

    O empresário montou uma equipe criminosa que adulterava documentos expedidos pelo Detran-AM
    O empresário montou uma equipe criminosa que adulterava documentos expedidos pelo Detran-AM | Foto: Nícolas Daniel Marreco/Em Tempo

    Leia mais

    Operação da PC prende despachantes de veículos envolvidos em roubos

    'Despachantes presos em operação não são credenciados', diz Detran

    Polícia apresenta grupo que falsificava documentos de veículos no AM

    Comentários