Fonte: OpenWeather

    Investigação


    Assassino de advogado diz estar arrependido; OAB-AM parabeniza polícia

    O crime ocorreu no dia 8 de novembro deste ano e teria sido motivado por ciúmes

    O advogado foi morto com várias facadas
    O advogado foi morto com várias facadas | Foto: Josemar Antunes/Em Tempo

    Manaus - Após quase um mês de investigação, a equipe da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) conseguiu prender Walberthe Vieira Cabral, de 21 anos, apontado como autor da morte do advogado Delano José da Silva, de 43 anos. O crime ocorreu no dia 8 de novembro deste ano. 

    O assassinato aconteceu em frente a um bar, situado na rua Iritama, conjunto Américo Medeiros, bairro Cidade Nova, Zona Norte da capital. Na ocasião, o advogado foi morto com vários golpes de faca. Toda ação foi registrada por câmeras do circuito de segurança próximas ao estabelecimento. 

    De acordo com o delegado Orlando Amaral, titular da DEHS, a prisão de Walberthe aconteceu no final da tarde da última sexta-feira (30), após o suspeito se apresentar na especializada por receber ameaças de morte. No entanto, o delegado chegou a afirmar no domingo (2), que o suspeito ainda não havia sido preso, o que contrapõem as afirmações durante a nova entrevista divulgada nesta segunda. 

    Em depoimento, Walberthe confessou o assassinato e argumentou que o advogado teria se interessado pela companheira dele. Os dois iniciaram uma discussão seguida de luta corporal. 

    "Ele disse que iria pegar um revólver no carro para me matar, então decidi matá-lo. O advogado estava transtornado dentro do bar. Estou arrependido do que fiz e peço perdão aos familiares", declarou. 

    O presidente da Ordem dos Advogados do Amazonas (OAB-AM), Marco Aurélio Choy, parabenizou o trabalho investigativo da Polícia Civil. 

    "Agradeço o empenho da polícia em desvendar esse homicídio, que infelizmente foi de um advogado", disse. 

    Walberthe foi indiciado por homicídio qualificado. Ele será encaminhado ao Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM), onde irá ficar à disposição da Justiça. 

    Confira reportagem da TV Em Tempo

    Preso assassino de advogado | Autor: TV Em Tempo



    Leia mais:

    Homem morre após ser baleado três vezes em rua no Colônia Terra Nova

    Após ver vídeo de 'Deus condenando carecas', homem esfaqueia fiéis

    Assassino de advogado em Manaus continua foragido, diz titular da DEHS

    Comentários