Fonte: OpenWeather

    Assalto


    Em Manaus, trio rouba carro de motorista da 99POP para usar em crimes

    Três criminosos armados anunciaram o roubo na comunidade Grande Vitória. Eles afirmaram que o veículo seria usado para realizarem “um serviço” em um homem com uma dívida de R$ 20 mil

    Veículo ainda não foi recuperado
    Veículo ainda não foi recuperado | Foto: Divulgação

    Manaus - Um motorista de 33 anos, que trabalha para a empresa 99 POP, de aplicativo de transporte de passageiros, foi vítima de um assalto, na tarde desta quinta-feira (6), na comunidade Grande Vitória, bairro Gilberto Mestrinho, Zona Leste de Manaus. 

    Segundo ele, os criminosos solicitaram uma corrida do bairro Coroado, na mesma zona, até o local onde crime aconteceu. Durante o roubo, o trio disse que devolveria o carro da vítima depois que cometesse um homicídio, que havia sido encomendado. Além do veículo, também foram levados documentos e um celular.

    O automóvel, modelo Gol, ano 2018, de cor vermelha e placas PHP-6116, não tem insufilm e possui um adesivo na parte traseira com a marca de uma empresa “Fast Car”. Ainda na tarde de hoje, após compartilhamento nas redes sociais, a vítima contou ao Em Tempo que soube, por meio de conhecidos, que o carro roubado foi visto trafegando em alta velocidade pelo bairro Coroado, também na Zona Leste. 

    De acordo com a vítima, os criminosos disseram que estavam indo até a casa de uma mulher. “Ao chegar no destino, por volta das 13h, eles pediram que eu parasse o veículo em uma rua isolada, próxima a um matagal. Foi quando eles anunciaram o assalto e me ameaçaram com uma faca, tipo peixeira. Sob ameaça, eles pretendiam me amarrar com corda, que estavam dentro de uma bolsa”, contou o trabalhador. 

    Ainda segundo o motorista, houve ameaças de morte. “Me ameaçaram e disseram que queriam me amarrar, para me levar com eles. Pedi que eles me deixassem ir embora e, depois de muita indecisão, eles disseram para que eu corresse para dentro do matagal. Falaram que iriam atrás de mim, se eu denunciasse eles, e que iriam devolver o carro depois que ‘fizessem um serviço’ [matassem] com um homem que devia R$ 20 mil para o chefe deles”, relatou a vítima.

    O motorista relatou que, depois de sair do mato, pediu ajuda em um bar, e que algumas pessoas afirmaram que viram o carro dele passar por lá em alta velocidade. No momento em que chegou na delegacia, para registrar boletim de ocorrência, a vítima soube que muitos crimes já aconteceram naquele mesmo local.

    *Colaborou: Vanessa Rocha 

    Leia mais:

    Protesto de motoristas marca a apresentação de criminosos da Rota 99

    Motoristas de aplicativos pedem ações contra insegurança em Manaus

    Motoristas de aplicativos bloqueiam avenida Brasil durante protesto

    Comentários