Fonte: OpenWeather

    Monte das Oliveiras


    Dono de bar é morto a tiros em Manaus e família suspeita de vingança

    A suspeita dos parentes e vizinhos da vítima é que os assassinos foram contratados por um traficante que havia sido agredido pelo comerciante. O crime ocorreu na Zona Norte

    | Foto: Daniel Landazuri

    Manaus - O comerciante Raimundo João Neves Monteiro, de 41 anos, foi morto com seis tiros, na noite deste sábado (15), no bar de propriedade dele, enquanto jogava sinuca com amigos, na avenida Arquiteto José Lindoso, bairro Monte das Oliveiras, Zona Norte de Manaus. 

    Testemunhas informaram que os criminosos, ainda não identificados, chegaram ao estabelecimento, em uma motocicleta e quando desceram pediram para os clientes saírem do local. 

    “Os assassinos foram vistos passando de moto e olhando para o bar. Na quarta vez eles pararam a moto, um deles sacou a arma e falou que estavam ali pra fazer justiça. Pediram para todos subirem a escada que dá acesso a outra rua e mataram o Raimundo”, disse um amigo da vítima que não quis se identificar. 

    Ainda conforme os relatos o comerciante tentou se proteger, porém foi atingido com quatro tiros nas costas e dois na cabeça. Familiares informaram que a vítima não tinha envolvimentos com crimes e era uma pessoa de bem. 

    Escada dá acesso a outra rua e por onde os clientes deixaram o bar
    Escada dá acesso a outra rua e por onde os clientes deixaram o bar | Foto: Daniel Landazuri

    Família desconfia de traficante

    A suspeita dos parentes e vizinhos da vítima é que os criminosos foram contratados por um  traficante que havia sido agredido pelo comerciante, durante um torneio de sinuca na semana passada.   “Suspeitamos que ele foi morto a mando de um traficante com quem teve uma rixa. É o único motivo que acreditamos, porque o Raimundo era um amigo e pessoa do bem”, disse o vizinho da vítima, o mestre de obras Nonato Cavalcante, 66. 

    O corpo da vítima foi removido pelo Instituto Médico Legal (IML) e na manhã deste domingo (16) foi transportado pela família para ser sepultado em Itacoatiara, a 165 quilômetros da capital. 

    A Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), deve investigar a motivação e autoria do crime. 

    Leia mais

    Industriário encontra corpo em confraternização de empresa no Tarumã

    Irmão de jovem decapitada é morto a tiros dentro de casa, em Manaus

    Preso no AM assassino que esmagou cabeça de idosa e sobrinho no Hiléia

    Comentários