Fonte: OpenWeather

    Em banheiro


    Estupro coletivo em escola: adolescente é violentado por 5 em Manaus

    O caso segue investigado em sigilo pela Polícia Civil. Os cinco homens teriam obrigado o garoto entrar dentro de um banheiro onde consumaram o ato

    A Secretaria Municipal de Educação (Semed) informa que está acompanhando o caso em questão | Foto: Reprodução / Google Maps

    Manaus - Dentro de um banheiro, um adolescente, que não teve a idade revelada, foi estuprado por cinco homens dentro de uma escola municipal localizada na rua Lírio Rosa, bairro Tarumã, Zona Oeste da capital. O crime aconteceu na última quinta-feira (7), mas só foi registrado Boletim de Ocorrência (BO) no sábado (9). 

    De acordo com a delegada Elizabeth de Paula, titular da Delegacia Especializada em Apuração de Atos Infracionais (Deaai), um Inquérito Policial foi instaurado para apurar o caso, os envolvidos serão ouvidos e no momento mais informações não podem ser repassadas para não atrapalhar o andamento das investigações.

    Conforme informações da polícia, o cômodo onde ocorreu o crime fica na frente da sala do diretor da unidade educacional. O adolescente é aluno da escola e foi abordado pelos suspeitos no momento em que entrava no banheiro. O grupo ainda teria obrigado o garoto a entrar no ambiente e lá consumaram o estupro. 

    Semed

    Procurada pela reportagem, em nota, a Secretaria Municipal de Educação (Semed) informou que está acompanhando o caso em questão, que segue investigado pela Polícia Civil sob sigilo. 

    Antes mesmo do resultado final do processo investigativo, visando à integridade física, moral e psicológica do aluno e seus familiares, a Semed adotou todas as medidas necessárias para preservá-los.

    Ainda conforme a nota, o adolescente foi encaminhado para exames juntamente com seus pais, além de atendimento por uma psicóloga e uma assistente social da própria secretaria. As profissionais também acompanharão o aluno em atendimentos psicológicos em outros Centros de Referência. 

    *Colaborou Daniel Landazuri.

    Edição: Bruna Chagas

    Leia mais: 

    Mulher mata filha de 11 anos a facadas 'para que ela não fizesse sexo'

    Mulher mata marido com 185 facadas ao flagrá-lo a estuprar a filha

    Suspeito de estuprar criança disse que ela tinha "útero pequeno"


    Comentários