Fonte: OpenWeather

    violência


    22 mil mulheres sofreram agressões desde o começo do ano no País

    Vítimas de feminicídio deixam, em média, três crianças órfãs

    Vítimas de feminicídio deixam em média, três crianças órfãs. | Foto: Divulgação

    Segundo novos estudos do Instituto Maria da Penha, que atua contra a violência doméstica, o Brasil é o quinto país que mais mata mulheres no mundo. A cada dois segundos, há uma nova vítima de agressões. 

    E esses não foram os únicos dados alarmantes divulgados pelo Instituto, que está mapeando pela primeira vez o perfil dos órfãos da violência familiar. 

    Vítimas de feminicídio deixam em média, três crianças órfãs, que geralmente também sofrem agressões dentro de casa e acabam se tornando os futuros autores de violência, por crescerem tendo uma visão distorcida de Estado e família. 

    Segundo Maria da Penha, mulher que dá nome a lei que protege as mulheres, é necessário aumentar o número de políticas públicas para evitar que mais mulheres morram.

    Leia Mais

     Receba as principais notícias do Portal Em Tempo direto no Whatsapp. Clique aqui!

    Assédio leva mulheres a optar por motoristas do mesmo sexo em Apps

    Violência doméstica contra mulher pode implicar em indenização


    Comentários