Fonte: OpenWeather

    investigação


    Grupo é preso por aplicar golpes em idosos em Presidente Figueiredo

    O grupo agia nas datas de recebimento da aposentadoria dos idosos e oferecia ajuda no interior das agências bancárias

    As prisões dos envolvidos são resultados do trabalho de investigação da equipe lotada na  37ª Delegacia Interativa de Polícia
    As prisões dos envolvidos são resultados do trabalho de investigação da equipe lotada na 37ª Delegacia Interativa de Polícia | Foto: Divulgação/Polícia Civil do Amazonas
    Presidente Figueiredo - A Polícia Civil do Amazonas, por meio da equipe de investigação da 37ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP), situada em Presidente Figueiredo, sob o comando do delegado Valdinei Silva, titular da unidade policial, cumpriu na manhã de quarta-feira (8), por volta das 8h, mandado de prisão preventiva por estelionato e associação criminosa em nome de
    Erenilde Cardoso Belém, de 26 anos; Jonathan Silva dos Santos, 24; Suelem Belém Pereira, 24, e Tancredo Monteiro da Silva, 34, foram presos e cumprimento a mandados de prisão preventiva por estelionato e associação criminosa, na manhã de quarta-feira (8), por volta das 8h. O caso foi divulgado à imprensa nesta quinta (9), pela Polícia Civil do Amazonas. 
    De acordo com o delegado Valdinei Silva, titular da 37ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP), situada em Presidente Figueiredo, o grupo estava sendo investigado por aplicar golpes em idosos aposentados que moram no município.
    “Temos conhecimento de pelo menos oito pessoas enganadas pelos infratores, que se passavam por funcionários do Governo do Estado e pegavam dados e os cartões das vítimas para, em seguida, efetuarem empréstimos ou saques”, explicou.
    A autoridade policial ressaltou que, em outros casos, o grupo agia nas datas de recebimento da aposentadoria dos idosos e oferecia ajuda no interior das agências bancárias. No entanto, os infratores enganavam e levavam os bens das vítimas.
    “Diante dessas informações levantadas ao longo das investigações, representei à Justiça o pedido de prisão preventiva em nome deles. A ordem judicial foi imediatamente expedida pela Comarca de Presidente Figueiredo”, declarou.
    Valdinei Silva disse ainda que, após a expedição do mandado de prisão, os policiais civis da 37ª DIP iniciaram as diligências para localizar e prender os infratores. O grupo foi localizado enquanto tentava empreender fuga pela rodovia estadual AM-010. “Encontramos com eles 12 cartões em nome de pessoas diferentes, R$ 350 em espécie e outros objetos, como aparelhos celulares e joias”, relatou.
    Erenilde, Jonathan, Suelem e Tancredo foram indiciados por estelionato e associação criminosa. Ao término dos procedimentos cabíveis, eles serão mantidos na carceragem da 37ª DIP, à disposição da Justiça.
    *Com informações da assessoria 
    Edição: Isac Sharlon
    Leia mais:
     
    Comentários