Fonte: OpenWeather

    Violência


    Criminosos assaltam duas escolas e aterrorizam estudantes na BR-174

    A suspeita de moradores da localidade é que a onda de violência é praticada pelo mesmo grupo criminoso. Por medo uma terceira escola suspendeu as aulas

    Manaus - Um dia marcado pelo medo, assim foi esta terça-feira (14), para centenas de estudantes e funcionários de duas escolas municipais, localizadas nos arreadores da rodovia federal BR-174, que liga Manaus a Boa Vista. Duas unidades de ensino da região foram assaltadas e uma terceira suspendeu as aulas por receio. Os moradores da localidade suspeitam que a onda de violência é praticada pelo mesmo grupo criminoso. 

    O primeiro caso aconteceu por volta das 10h30, testemunhas informaram que três criminosos, armados com escopeta e pistolas, invadiram a Escola Luis Freire de Oliveira, no km 18. Os suspeitos quebraram objetos da secretaria, e dispararam um tiro na maçaneta de uma das salas, onde uma professora estava trancada tentando proteger os alunos.

    Os assaltantes fugiram levando pertences de funcionários e da escola, além de dinheiro arrecadado para uma festa em homenagem ao Dia das Mães, que seria comemorado na próxima quinta-feira (16). O valor levado não foi divulgado.  

    Segundo caso

    Quase três horas depois, por volta das 13h, pelo menos cinco alunos da Escola Municipal Solange Nascimento, localizada no km 2, foram o alvo dos criminosos. Os adolescentes do ensino fundamental foram ameaçados e tiveram celulares roubados no  estacionamento da unidade de ensino. 

    A situação causou desespero e alguns alunos, que com a intensão de se protegerem correram pela rodovia em meio aos carros. Outros conseguiram entrar na escola. 

    O pânico se alastrou e em poucos minutos os pais dos alunos, que receberam ligações e mensagens dos estudantes, se deslocaram até a escola em busca de  notícias dos filhos. Com o ocorrido, as aulas do turno matutino foram suspensas.

    Medo

    Na comunidade São João,  no km 4, os responsáveis de alunos ficaram sabendo da onda de assaltos e evitaram deixar os filhos na Escola Maria Leide Amorim. A  equipe de reportagem do Portal Em Tempo presenciou o momento em que as crianças retornavam para a condução escolar. Uma funcionária da unidade informou que por medo também foi decidido as suspensão das aulas. 

    Posicionamento 

    Por meio de nota, Secretaria Municipal de Educação (Semed) informou que a direção das escolas acionou o Centro Operação  de segurança Escolar (Cose) e a polícia, que foram até às unidades fazer o levantamento do material levado e obter mais informações sobre os suspeitos. O material roubado será reposto pelo Cose.

    A Semed informou, ainda, que busca parceria com a Secretaria Segurança Pública (SSP) com o intuito de aumentar o policiamento do entorno das unidades de ensino.

    Resposta da SSP

    A Secretaria de Segurança Pública (SSP) respondeu que a Polícia Militar,  através da 26ª Cicom, atende diversas comunidades da BR 174 e faz o patrulhamento regular na área. A Secretaria esclareceu que, na tarde de hoje, após o acionamento, viaturas da PM estiveram no local para coletar as primeiras informações. 

    Edição: Vanessa Marques

    Leia mais

    Receba as principais notícias do Portal Em Tempo direto no Whatsapp. Clique aqui!

    Assaltantes batem em mureta durante fuga no Tancredo Neves

    Suspeitos de comandar milícia são presos na 'Cidade das Luzes', no AM

    Comentários