Fonte: OpenWeather

    Roubo


    Segundo envolvido em roubo a garis se entrega à polícia, em Manaus

    Após ter a imagem divulgada pela imprensa, o Mateus se entregou à Polícia Civil

    O homem se entregou na quinta-feira (16) | Foto: Divulgação

    Manaus - Mateus dos Santos Bitencourt, de 19 anos, que estava sendo procurado pela polícia por roubo a garis no dia 1° de abril deste ano, resolveu se entregar à polícia no fim da tarde de quinta-feira (16), no 4° Distrito Integrado de Polícia (DIP), situado no bairro Gilberto Mestrinho, na Zona Leste de Manaus.

    De acordo com o delegado Torquato Mozer, titular do 30° DIP, responsável pelas investigações, Mateus juntamente com o comparsa, Emiliano Ferreira Neto, de 21 anos, preso na última segunda-feira (13), assaltaram seis garis da limpeza pública do município, na rua Sabugueira, no bairro Jorge Teixeira, na Zona Leste. A dupla também é suspeita de roubo a ônibus do transporte público da capital. 

    Emiliano Ferreira Neto, de 21 anos, preso na última segunda-feira (13)
    Emiliano Ferreira Neto, de 21 anos, preso na última segunda-feira (13) | Foto: Josemar Antunes

    "Após a imagem do suspeito ser divulgado amplamente pela imprensa, a equipe do 30° DIP recebeu várias informações do paradeiro de Mateus. Ao perceber que já estava cercado, ele resolveu se entregar no 4° DIP, onde o titular da unidade policial, delegado Costa e Silva, entrou em contato com a nossa equipe e cumprimos o mandado de prisão preventiva. Quero ressaltar o trabalho em conjunto da Polícia Civil, Militar e a imprensa para prender o procurado", destacou o delegado Torquato Mozer. 

    Mateus foi indiciado por roubo majorado e associação criminosa. Ao término dos procedimentos cabíveis, ele será conduzido ao Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM), no quilômetro 8 da BR-174.

    Leia mais: 

    Receba as principais notícias do Portal Em Tempo direto no Whatsapp. Clique aqui!

    Jovem é preso por roubar garis e passageiros de ônibus em Manaus

    Adolescente acusa homem de assédio dentro de ônibus em Manaus

    Comentários