Fonte: OpenWeather

    Crime


    Operação Araceli prende cinco homens por abuso sexual infantil

    A operação ocorre em alusão do Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual Infanto-juvenil, comemorado no dia de hoje (18)

    Mais de 80 policiais civis participam da operação | Foto: Divulgação

    Manaus - Na manhã deste sábado (18) a Polícia Civil do Amazonas, por meio da Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (DEPCA), prendeu cinco homens envolvidos nos crimes de abuso e exploração sexual infanto-juvenil durante a Operação Araceli. Ao longo dos trabalhos, notebooks e celulares foram apreendidos. 

    As prisões aconteceram em quatro zonas da cidade, na manhã deste sábado (18)
    As prisões aconteceram em quatro zonas da cidade, na manhã deste sábado (18) | Foto: Rebeca Mota


    Adson Leandro Ximenes da Silva, 39, foi preso no bairro São Jorge, zona Oeste de Manaus. Francisco Justino da Silva, 63, preso no bairro Alvorada, zona Centro-oeste, Jehiel Erikson Alencar Franca, 36, preso no bairro Nossa Senhora das Graças, zona Centro-sul, Carmelino Vicente Gomes Freire,44, preso no bairro Monte das Oliveiras, zona Norte e Cristóvão Freitas de Souza, 44, preso no bairro Cidade de Deus. Todos acusados de cometerem o crime de estupro de vulnerável.

    O secretário de Segurança Pública, Coronel Louismar Bonates, acompanhou os trabalhos ao lado do Delegado-Geral Adjunto da Polícia Civil, Orlando Amaral, e a titular da DEPCA, delegada Joyce Coelho. Mais de 80 policiais civis participam da operação.

    "São crimes de estupro de vulnerável. A maioria dos mandatos envolvem o crime de exploração sexual que é um crime que fica sempre obscuro, quase não há denúncias, porque a sociedade fecha os olhos para exploração sexual. As vítimas, muitas vezes, não se enxergam como vítimas, porque são garotas de periferia, necessitadas e induzidas a vender o próprio corpo. Esta é uma campanha de divulgação, orientação e conscientização para que a sociedade não feche os olhos diante desses crimes", enfatiza a delegada Joyce.

    A delegada titular da DEPCA, Joyce Coelho comandou a operação
    A delegada titular da DEPCA, Joyce Coelho comandou a operação | Foto: Rebeca Mota


    Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual Infanto-juvenil 

    A operação ocorre em alusão do Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual Infanto-juvenil, comemorado no dia de hoje (18) e o nome da operação "Araceli" se dá em homenagem a Araceli Cabrera de 8 anos que foi abusada, raptada e morta no Espírito Santo em 1973.

    "Todos os crimes chamam atenção pela brutalidade desses indivíduos de abusarem de uma criança em defesa, que é a grande preocupação do Governo", conta Bonates.

    Dados

    De acordo com a SSP, com o aumento das denúncias de abuso sexual contra crianças e adolescentes, o número de casos investigados pela Polícia Civil cresceu 28% no primeiro trimestre. 

    Entre janeiro e março de 2019, foram registrados 450 casos de abuso e/ou violência física, psicológica ou sexual contra crianças e adolescentes na capital amazonense e 107 pessoas, acusadas de cometer crimes contra crianças e adolescentes, foram presas em flagrante. Entre os principais estão os crimes de violência física e abuso sexual.

    No mesmo período, foram cumpridos 38 mandados de prisão e/ou busca e apreensão, além da conclusão de 487 inquéritos encaminhados à Justiça e 250 Termos Circunstanciados de Ocorrência (TCOs).

    Durante a Operação Araceli notebooks e celulares foram apreendidos
    Durante a Operação Araceli notebooks e celulares foram apreendidos | Foto: Rebeca Mota

    Veja reportagem da TV Em Tempo:

    Veja reportagem | Autor: Luiz Rodrigues/TV Em Tempo

    Leia Mais

    Receba as principais notícias do Portal Em Tempo direto no Whatsapp. Clique aqui!

    PF faz ação contra distribuição de vídeos de abuso sexual infantil

    Sejusc oferta atendimento psicossocial e sobre violência doméstica




    Comentários