Fonte: OpenWeather

    CDMP1


    Primo de detento assassinado no Compaj é encontrado morto no CDMP1

    De acordo com uma fonte policial, Fábio comandava o tráfico de drogas na Zona Oeste, após a prisão do traficante Luciano, filho do "Zé Roberto da Compensa"

    "Olho de Boneca" estava preso por tráfico de drogas | Foto: Divulgação

    Manaus - Depois do massacre de domingo (26), no Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj), um detendo foi encontrado morto no Centro de Detenção Provisória Masculino 1 (CDPM1), também localizado no km 8 da BR-174. 

    Segundo informações, o detento Fábio Queiroz Ferreira, de 39 anos, conhecido como "Olho de Boneca", foi encontrado morto dentro de uma das celas por agentes penitenciário, nesta segunda-feira (27).

    Fábio estava preso por tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo. De acordo com Informações de uma fonte policial, Fábio comandava o tráfico de drogas na Zona Oeste, após o filho do narcotraficante José Roberto Barbosa, o "Zé Roberto da Compensa ", um dos fundadores da Família do Norte (FDN), o traficante Luciano Barbosa, ser preso em setembro do ano passado. 

    Ainda segundo a fonte policial, Fábio é primo do detento Leonardo Queiroz Campelo, assassinado na rebelião do Compaj no domingo (26).

    O corpo foi removido ao Instituto Médico Legal (IML), no bairro Cidade Nova, na Zona Norte da cidade. O preso foi encontrado enforcado com indícios de suicídio, mas a Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) investigará o caso.

    Leia mais: 

    Veja quem são os mortos na rebelião do Compaj, no Amazonas

    Veja os perfis criminais dos 15 mortos no Compaj, em Manaus

    Após mortes no Compaj, traficantes ordenam toque de recolher em Manaus

    Comentários