Fonte: OpenWeather

    Mandante


    Traficante ligado a ‘João Branco’ ordenou esquartejamento na Compensa

    A morte é resultado de uma briga interna dentro da FDN

    O corpo estava em três sacos de fibra | Foto: Divulgação

    Manaus - Um traficante, identificado apenas como "Fernando", ligado a João Pinto Carioca, o ‘João Branco’, teria ordenando o esquartejamento de Gabriel dos Santos Martins, de 18 anos. O corpo do jovem foi encontrado na última segunda-feira (3), na rua Sebastião Romano, bairro Compensa, Zona Oeste de Manaus.

    O corpo estava em três sacos de fibra com a sigla da facção criminosa Família do Norte (FDN), o que evidência que a morte pode estar relacionada a disputa entre facções.

    De acordo com moradores da área, o corpo do homem foi deixado no local, por volta das 6h, por um carro preto. "De manhã cedo o carro deixou os sacos aí e depois saiu. Já é a segunda vez que isso acontece aqui no bairro", afirmou o morador, que preferiu não se identificar.

    Uma fonte policial, que pediu o anonimato, informou que Fernando tem três mandados de prisão preventiva, mas continua solto e ordenando execuções de pessoas que não estiverem do lado de "JB".

    A morte seria resultado do racha entre integrantes da FDN. Considerada a terceira maior facção do País, a organização criminosa se dividiu. Um lado ficou com "Zé Roberto da Compensa", e outro com João Pinto Carioca, o "João Branco", chamada "FDN Pura" ou "Potência Máxima", em referência a um dos apelidos de "JB".

    De acordo com a fonte policial, João Branco queria comandar a facção sozinho e teria armado um golpe contra  Zé Roberto da Compensa, ambos cumprem pena em presídios de segurança máxima de Catanduvas, no Paraná, e em Campo Grande, no Mato Grosso.

    Zé Roberto teria descoberto a armação e com isso começou a disputa, que resultou nas mortes em presídios do Estado. Agora, os ex-aliados brigam pelo domínio do tráfico de drogas na capital amazonense e a disputa está resultando em uma série de assassinatos.

    Leia mais: 

    Violência explode com guerra de facções em Manaus e soma 300 mortes

    Esquartejado, corpo em sacos com a sigla FDN é de jovem de 18 anos

    Com a sigla da FDN, corpo é encontrado esquartejado na Compensa

    Comentários