Fonte: OpenWeather

    Interior do Amazonas


    Casal é preso por homicídio em São Gabriel da Cachoeira, no Amazonas

    A vítima foi golpeada com uma terçadada no coração

     Marciel foi preso por homicídio qualificado
    Marciel foi preso por homicídio qualificado | Foto: Divulgação/ PC-AM

    Manaus- Na noite da última sexta-feira (7), por volta das 18h, o casal Anazilda Soares Marinho, de 43 anos, e Marciel Vasconcelos Marinho, de 47 anos, foi preso pela autoria do homicídio do irmão de Marciel, João Evangelista Vasconcelos, que tinha 57 anos.

    A dupla foi presa por policiais civis da Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de São Gabriel da Cachoeira. 

    De acordo com a delegada Grace Jardim, titular da unidade policial, o crime ocorreu horas antes da prisão do casal, por volta das 16h, na casa onde eles moravam, em São Gabriel da Cachoeira.

    “Constatamos que a motivação do homicídio se deu por conta da casa. Na ocasião, os três estavam ingerindo bebida alcoólica, quando travaram luta corporal. A vítima foi golpeada pelos infratores com um terçado na altura do coração”, explicou.

    Ao ser informada sobre o homicídio, a delegada conta que solicitou apoio de policiais militares de São Gabriel da Cachoeira, que atuaram em conjunto com os policiais civis nas buscas pelos infratores. Ao se dirigirem ao local do crime, verificaram que  João Evangelista já estava morto.

    “Anazilda foi a primeira a ser encontrada, no hospital do município. Na ocasião, ela alegou ter sido agredida com um terçado na cabeça e apenas agiu em legítima defesa. Prendemos Marciel na casa onde ocorreu o crime. Em seguida ele foi conduzido à unidade policial. Na delegacia, ele relatou que a companheira dele e o irmão travaram luta corporal, mas Marciel nega ter golpeado João”, disse a titular da DIP de São Gabriel da Cachoeira.

    *Com informações da assessoria

    Leia mais:

    Receba as principais notícias do Portal Em Tempo direto no Whatsapp. Clique aqui!

    Em Manaus, trio é preso em flagrante por roubar veículo com simulacro

    Preso homem condenado a 14 anos de reclusão por roubo e estupro

    Comentários