Fonte: OpenWeather

    Delegacia de Homicídios


    Haitiano preso pela morte da esposa em Manaus é baleado na DEHS

    O homem teria tentado desarmar um investigador e acabou sendo baleado com três tiros. De acordo com uma fonte policial, o homem estava "enfurecido"

    O haitiano teria agredido e tentado tomar a arma de um investigador da DEHS
    O haitiano teria agredido e tentado tomar a arma de um investigador da DEHS | Foto: Divulgação

    Manaus - Suspeito de matar asfixiada a esposa, uma mulher de 38 anos, na manhã da última terça-feira (11), o haitiano Jean Dieune Gedeon, de 48 anos, foi baleado com três tiros por volta de 11h30 desta quarta-feira (12), dentro da Delegacia Especializada em Homicídio e Sequestros (DEHS), na Zona Leste de Manaus, onde estava preso. 

    Em nota, a Polícia Civil informou que investigadores foram até a carceragem da DEHS para conduzir o preso para a Audiência de Custódia. Ao ser chamado na grade da cela em que estava custodiado para ser algemado, seguindo o procedimento de segurança policial, o haitiano não obedeceu.

    Enquanto um dos policiais entrou na cela, Jean, que estava escondido no banheiro da carceragem, surgiu portando um estoque produzido com partes de um cabo de vassoura, e golpeou o investigador no rosto e em um dos antebraços. 

    Conforme uma fonte policial, para se proteger, o policial civil efetuou três disparos contra o suspeito. “Ele entrou em luta corporal com um investigador e tentou desarmá-lo. O preso estava enfurecido. Outros detentos testemunharam as agressões", disse a fonte policial. 

    Após a ação, os policiais civis da DEHS levaram o suspeito para o Hospital e Pronto-Socorro (HPS) Dr. Platão Araújo, para atendimento médico.

    A Secretaria de Estado da Saúde (Susam) informou que o paciente deu entrada com ferimentos nos membros inferiores, consciente e orientado. Ele apresentou fratura no membro superior direito e passaria por um procedimento cirúrgico ainda nesta tarde. O policial que foi agredido pelo haitiano realizou exames de corpo de delito no Instituto Médico Legal (IML). O Departamento de Polícia Técnico-Científica (DPTC) realizou a perícia na delegacia.

    O assassinato 

    O haitiano foi preso suspeito de matar a própria esposa em uma residência na rua 9, no bairro Amazonino Mendes, Zona Leste de Manaus. A mulher também era de nacionalidade haitiana. De acordo com a 27ª Companhia Interativa Comunitária (Com), o homem confessou que matou a esposa e que deixou a filha de nove meses no Serviço de Pronto Atendimento (SPA) Galileia, Zona Norte.

    Edição: Isac Sharlon 

    Leia mais:

    Receba as principais notícias do Portal Em Tempo direto no Whatsapp. Clique aqui!

    Haitiano é preso após matar esposa estrangulada em Manaus

    Homem matou cabeleireiro porque não recebeu dinheiro após sexo, diz PC

    Comentários