Fonte: OpenWeather

    Homicídio


    Em Manaus, 'Cabeludo' se nega entregar papelão e é morto a pedradas

    O crime aconteceu dentro da Santa Casa, no Centro, na madrugada desta quarta-feira (26)

    Policias da 24ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) foram acionados para o local | Foto: Izaías Godinho

     Manaus - Um homem, identificado apenas “Cabeludo” e “Chico do Torcilax”, foi morto a na madrugada desta quarta-feira (26), dentro da Santa Casa de Misericórdia, situada no Centro de Manaus.

    A vítima, conforme testemunhas, morava na Santa Casa, e era usuário de drogas. Um morador do local, que preferiu não se identificar, afirmou que o crime ocorreu por volta das 5h. Segundo ele, a vítima se desentendeu com outros moradores de rua.

    "Os caras pediram para ele entregar o papelão que ele usava para dormir, mas ele se negou e foi morto com pedradas na cabeça e facadas. A gente usava drogas juntos. Ele era meu parceiro. Estou muito triste com o que aconteceu, o Chico do Torcilax não merecia isso ", disse o homem.

    A testemunha afirma, ainda, que o morador de rua andava sempre com uma caixa de remédios, por isso era conhecido como "Chico do Torcilax". "Ele vendia os medicamentos para comprar drogas", contou.

    Parte de trás da Santa Casa de Misericórdia, onde o a vítima foi encontrada
    Parte de trás da Santa Casa de Misericórdia, onde o a vítima foi encontrada | Foto: Izaías Godinho

    Um policial militar da da 24ª Companhia Interativa Comunitária (Ciciom) informou que a cabeça da vítima estava desfigurada.

    “Usaram pedras para esmagar a cabeça dele. Os moradores daqui não sabem dizer o que realmente aconteceu, mas tudo leva a crer que foi homicídio”, disse o policial, que pediu para não ter o nome divulgado, à equipe de reportagem.

    O corpo do homem foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML). O crime será investigado pela Delegacia Especializa em Homicídios e Sequestros (DEHS).

    Leia mais:

    Receba as principais notícias do Portal Em Tempo direto no Whatsapp. Clique aqui!

    Um mês após massacre, visitas nos presídios podem continuar suspensas

    Morre adolescente arrastada por carro desgovernado no bairro São Jorge

    Comentários