Fonte: OpenWeather

    Mato Grosso do Sul


    Criança de 6 anos era estuprada pelo próprio pai e pelos vizinhos

    Em depoimento à polícia, a menina contou que os pais tentaram coagi-la. Eles teriam prometido um pastel para ela não falar a verdade

    Pai coloca filme pornográfico para filha de 6 anos e a estupra com ajuda de vizinhos | Foto: Divulgação

    Seis pessoas foram presas nesta quinta-feira (27) por envolvimento no estupro de uma menina de 6 anos, ocorrido no Mato Grosso do Sul. Entre os presos estão o pai e a mãe da vítima.

    Os suspeitos eram investigados desde o mês de abril, após a Delegacia de Polícia de Carlinda ser acionada pelo Conselho Tutelar. A criança tinha revelado na escola que era abusada por pessoas do seu convívio familiar.

    Diante dos fatos, a Polícia Civil passou a ouvir os professores da criança, os conselheiros tutelares que atenderam o caso, parentes e outras testemunhas.

    Ao ser ouvida, a vítima contou com detalhes os abusos sexuais praticados pelo pai e pelos suspeitos que moravam do lado da residência dela. No decorrer das apurações, os suspeitos também foram ouvidos.

    De acordo com o delegado que acompanhou os depoimentos, Vinícius de Assis Nazário, durante oitiva especial, realizada na terça-feira (25), a vítima revelou que o pai a colocava para assistir vídeos pornográficos.

    Ao relatar para a mãe o ocorrido, a suspeita passou a ameaçar a filha, dizendo que, se ela continuasse falando sobre o assunto, o pai seria preso, e consequentemente, ela apanharia muito.

    “Os indícios apontam que a mãe da vítima vinha coagindo a filha, tentando convencer a menina a não dizer a verdade em Juízo. A criança chegou a revelar que os pais prometeram dar um pastel, caso ela mentisse sobre os fatos”, lamentou o delegado.

    Audiência de custódia

    Ao final da audiência, o Ministério Público representou pelo pedido de prisão temporária dos acusados, deferidos imediatamente pela Justiça

    Com as prisões de 30 dias cumpridas, a Polícia Civil dará continuidade nas diligências para ouvir novamente os suspeitos e outras testemunhas, para conclusão do inquérito.

    O pai da vítima será indiciado por expor a criança a assistir vídeo pornográfico, bem como pela omissão. Já a mãe responderá por fraude processual.

    As ordens de prisão contra o casal e os quatro vizinhos foram decretadas e cumpridas em audiência no Fórum da Comarca local, com a presença também do Ministério Público e Defensoria Pública.

    Leia mais:

    Receba as principais notícias do Portal Em Tempo direto no Whatsapp. Clique aqui!

    Foto de pai e filha afogados em fronteira dos EUA provoca comoção

    Bebê encontrado em saco plástico comove redes sociais

    Comentários