Fonte: OpenWeather

    Embriaguez ao Volante


    Em Manaus, motorista é preso por embriaguez após colidir em viatura

    O suspeito realizou o teste de alcoolemia, o resultado foi de 0,65 mg/l, número maior do que o permitido por lei

    O motorista foi autuado por embriaguez ao volante e conduzido para o 10º DIP
    O motorista foi autuado por embriaguez ao volante e conduzido para o 10º DIP | Foto: Divulgação

    Manaus - Com visíveis sinais de embriaguez, um motorista, que não teve a identidade divulgada, foi preso na madrugada desta segunda-feira (8), após colidir em uma viatura da Polícia Militar. O caso aconteceu na avenida Desembargador João Machado, no bairro Alvorada, Zona Centro-Oeste de Manaus. 

    O suspeito conduzia um carro, modelo Palio, e bateu na traseira da viatura 16ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), que atendia uma ocorrência na via pública. 

    De acordo com o relatório de ocorrências da PM, a equipe atendia uma denúncia de um taxista que estava transportando dois suspeitos em seu veículo. Mas durante a abordagem foram surpreendidos pelo Palio. 

    O motorista tentou fugir do local, mas foi capturado nas proximidades do 10º Distrito Integrado de Polícia (DIP), na mesma região do acidente.

    Os policiais constataram que o condutor aparentava estar embriagado. Ele foi levado até o Parqueamento do Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM), localizado no bairro Planalto, onde realizou o teste de alcoolemia. O resultado foi de 0,65 mg/l, número maior do que o permitido por lei. 

    O motorista foi autuado por embriaguez ao volante e conduzido para o 10º DIP.

    Flagrantes

    O Detran-AM intensificou durante o final de semana as fiscalizações da Lei Seca em todas as zonas da cidade.  Durante a fiscalização, 31 motoristas foram flagrados dirigindo sob efeito de bebida alcoólica. As ações foram realizadas entre a noite de sexta-feira (5) até a madrugada desta segunda-feira (8). 

    O órgão orienta que os condutores fiquem atentos à legislação relacionada à proibição da condução de veículos por motoristas sob efeito de álcool. A norma brasileira prevê lesão corporal culposa em caso de acidentes com vítimas com lesão grave, com pena de detenção de seis meses a dois anos, além da suspensão de dirigir por um ano e multa no valor de R$ 2.934,70.

    Leia mais

    Mais de 80 motoristas são flagrados dirigindo bêbados, em Manaus

    Detran flagra motorista bêbado dirigindo ônibus amarelinho

    Embriagado, homem tenta matar sogra e enteada a facadas em Manaus

    Comentários