Fonte: OpenWeather

    Liberdade


    Casal preso por diversos roubos é liberado em audiência de custódia

    O casal participou de vários assaltos no km 21 do ramal do Paulo Rosa na rodovia BR 174. Em uma das ações, o comparsa da dupla foi morto pelo dono de um dos sítios

    Eles foram colocados em liberdade após audiência de custódia | Foto: Divulgação

    Manaus - Após serem presos por diversos furtos na última quarta-feira (3), a garota de programa Elane dos Santos Amaral, de 23 anos, e Caio Steffeson Barros de Carvalho, de 22 anos, foram colocados em liberdade após audiência de custódia no Fórum Ministro Henoch Reis, na Zona Sul de Manaus, na sexta-feira (9). A sentença foi assassinada pelo juiz Jean Carlos Pimentel dos Santos, de Custódia de Direito. 

    Elane e Caio participaram juntamente com Luciano Kelven Gomes da Silva, de 29 anos, de vários furtos e uma tentativa de assalto em um sítio na última quarta-feira (3) no quilômetro 21 do ramal do Paulo Rosa na rodovia BR 174. O trio já tinha furtado um motoserra, uma roçadeira, roupas e um gerador de energia. 

    Ao entrarem no segundo imóvel, o trio foi surpreendido pelo proprietário do local, identificado como Francisco Batista Monteiro, de 56 anos, que estava armado com uma espingarda e efetuou um disparo contra um dos suspeitos. 

    Na ocasião, o casal se rendeu e foi preso por policiais militares da 26ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom). Caio e a Elane ainda afirmaram que eram apenas testemunhas do crime, mas os moradores da região apontaram o casal como comparsa de Luciano. 

    Já o autor do disparo  não foi encontrado no local. Francisco, que é natural de Santarém (PA), fugiu levando a espingarda calibre 16 usada para matar o suspeito. 

    O casal foi conduzido para a Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), no bairro Tancredo Neves, na Zona Leste de Manaus. Em depoimento, a dupla assumiu que estava praticando furtos na área do ramal do Pau Rosa. 

    Ao Portal Em Tempo, o delegado Denis Pinho, adjunto da DEHS, informou que, apesar de agir em legítima defesa, Francisco ainda não se apresentou à polícia. 

     Caio e Elane foram autuados por tentativa de roubo majorado e associação criminosa. "A polícia fez sua parte e não entra no mérito da decisão da justiça. Os procedimentos foram feitos, mas a decisão de liberdade fica ao cargo do magistrado. Vale lembrar que Caio possui mandado em aberto por furto", explicou o delegado Denis Pinho.

    Leia mais:

    Receba as principais notícias do Portal Em Tempo direto no Whatsapp. Clique aqui!

    Encontrou artefato suspeito? Veja orientações da PM no AM

    Especializado em explosivos, Grupo Marte completa 10 anos de atuação

    Comentários