Fonte: OpenWeather

    Assassinato


    Vídeo: Professor é encontrado morto dentro da própria casa, em Manaus

    O autor do crime seria o namorado da vítima, que segue foragido

    O professor tinha 56 anos | Foto: Josemar Antunes

    Manaus - O professor de Educação Física Mário Jorge Nascimento de Mendonça, de 56 anos, conhecido como "Major", foi encontrado morto dentro da própria casa, na manhã desta quarta-feira (10), na rua 24, no bairro Parque Dez de Novembro, na Zona Centro-Sul de Manaus.

    Segundo informações do irmão da vítima, que preferiu não se identificar, a vítima lecionava no Colégio Militar - Área 5, da Faculdade Professor Nilton Lins, no bairro Parque das Laranjeiras, e atuava também como professor de hidroginástica no Centro Social Urbano (CSU), no Parque Dez, além de prestar serviços comunitários.

    O professor foi encontrado dentro da própria casa
    O professor foi encontrado dentro da própria casa | Foto: Josemar Antunes

    A ocorrência foi atendida inicialmente por policiais militares da 23ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom). Familiares da vítima encontraram o corpo enrolado em um lençol em cima da cama, por volta das 8h. Por baixo da porta foi possível ver sangue da vítima escorrendo.

    Segundo a polícia, a vítima estava no local acompanhado de um homem, ainda não identificado. Os familiares informaram que não perceberam nenhum movimento estranho no quarto do professor durante a noite.

    O corpo foi removido pelo IML
    O corpo foi removido pelo IML | Foto: Josemar Antunes

    Investigação

    As primeiras informações da polícia apontam que o crime ocorreu durante um desentendimento entre o professor e o autor, que seria namorado dele. O suspeito teria descoberto que Mário Jorge era soro positivo. Entretanto, a família não confirma essa versão da polícia. 

    O delegado Guilherme Antoniazzi, plantonista da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), informou que a vítima era homossexual e morreu com um golpe de faca no pescoço. O celular e a carteira porta-cédulas da vítima não foram encontrados no local, e podem ter sido levados pelo assassino.

    "A vítima tinha um convivo com algumas pessoas que os familiares desconhecem e recebia elas para relações sexuais por um acesso privativo do quarto. A vítima foi morta entre 2h ou 3h desta madrugada. Vamos iniciar as investigações para saber quem são essas pessoas que ele tinha relações sociais. Inicialmente identificamos que o celular e a carteira porta-cédulas não foram encontrados no local. A linha de investigação é tratada como latrocínio ou passional", informou. 

    O corpo do professor foi removido ao Instituto Médico Legal (IML), no bairro Cidade Nova, na Zona Norte de Manaus, onde passará por exames de necropsia. O caso será investigado pela DEHS.

    Veja reportagem da TV Em Tempo:

    Veja a reportagem | Autor: Mei Shapiama/TV Em Tempo
     

    Leia mais: 

    Receba as principais notícias do Portal Em Tempo direto no Whatsapp. Clique aqui!

    Homem morre após trocar tiros com a polícia em Manaus

    Justiça manda soltar PM acusado de matar colegas de farda em Manaus

    Comentários