Fonte: OpenWeather

    Facções


    Mortes no Mauazinho têm relação com briga entre FDN e CV, diz polícia

    Mais de 50 homens fortemente armados invadiram o bairro disparam contra várias pessoas. Na mesma ação, um criminoso foi morto durante troca de tiros com a polícia

    O tiroteio aconteceu na noite de quarta-feira (10) | Foto: Raphael Tavares

    Manaus - A briga entre facções criminosas continua deixando um rastro de sangue na capital amazonense. Na noite de quarta-feira (10), três pessoas foram assassinadas e seis ficaram feridas, na comunidade Parque Mauá, no bairro Mauazinho, na Zona Leste de Manaus. 

    Segundo a polícia, as mortes estão relacionadas com a disputa pelo domínio do tráfico de drogas na região. O confronto é entre pessoas ligadas ao Comando Vermelho (CV) e Família do Norte (FDN), considerada a terceira maior facção criminosa do Brasil e a primeira do Amazonas. 

    Até o início deste ano, a comunidade era dominada pelos traficantes da FDN, mas os integrantes do CV chegaram e dominaram algumas bocas de fumo. Para não perder o restante dos pontos de drogas, os integrantes da Família do Norte iniciaram uma guerra contra o Comando Vermelho no bairro.

    Raphael Tavares
     

    Tiroteio 

    Um morador da comunidade, que preferiu não se identificar, disse que um caminhão estacionou em frente à casa dele com, pelo menos, 50 homens. Os criminosos estavam encapuzados, usando coletes balísticos e fortemente armados.

    Conforme a testemunha, o grupo desceu do caminhão e atirando em direção das pessoas que estavam na rua. 

    "Na ocasião achei que fossem policiais, mas logo vi que eram criminosos. Eles começaram a atirar em quem passava pela rua. Por medo, fiquei trancado em casa escutando os tiros", relembrou o morador. 

    Mortos

    Durante o tiroteio, o mototaxista Erik Rebelo Fróis, de 22 anos, morreu no local com tiro na cabeça, na rua Tiradentes. Vitor Moreira dos Santos, de 18 anos, foi alvejado por disparos de arma de fogo no tórax e morreu no Hospital e Pronto-Socorro (HPS) João Lúcio, na Zona Leste. O terceiro foi morto durante troca de tiros com policiais militares.

    Raphael Tavares
     

    Baleados 

    Outras seis pessoas foram baleadas e levadas também para o pronto-socorro. São eles: Cleidilson Silva da Cunha, de 18 anos, foi atingido com um tiro na coxa esquerda, um tiro na coxa direita e outro no ombro. Bruno Marinho Valente, de 21 anos, foi baleado no abdômen e na perna direita. Emerson Ribeiro Printes, de 27 anos, levou tiros no ombro esquerdo e na cabeça. Elenice Moraes, de 28 anos, que estava dentro de casa, foi atingida com um tiro no lado direito da testa. Um adolescente de 16 anos também foi alvejado com um tiro no pescoço. 

    Outro homem identificado como Pablo Ferreira dos Santos, de 25 anos, recebeu um tiro na mão e outro de raspão nas nádegas. Ele deu entrada no Hospital e Pronto-Socorro (HPS) Platão Araújo, também na Zona Leste. Não há informações sobre o estado das vítimas.

    Conforme informações da polícia apuradas com moradores, além do caminhão, os criminosos também chegaram ao local em dois carros, modelos Fiat/Punto, de cor cinza, de placa NOR-1303, e Chevrolet/Agile, de cor prata, de placa OAK-9792, além de motocicletas não identificadas.

    Raphael Tavares
     

    Os carros foram colocados atravessados nas ruas da comunidade para impedir o acesso de policiais militares da 29ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), Força Tática e Ronda Ostensiva Cândido Mariano (Rocam) durante o confronto.

    Após intenso tiroteio, alguns criminosos fugiram para uma área de mata e outros em uma Van, modelo Besta.

    Nas buscas pelos suspeitos, os policiais militares da Força Tática receberam informações que um grupo estava escondido na mata. Ao entrarem na floresta pela rua João Thomé, os policiais foram recebidos a tiros. 

    Na intervenção policial, um suspeito foi baleado. Com ele, os policiais encontraram um revólver calibre 38 com cinco munições intactas e uma deflagrada. O suspeito, ainda não identificado, foi socorrido e levado ao Platão Araújo, onde morreu após dar entrada na unidade de saúde.

    Raphael Tavares
     

    Um suspeito preso

    Ainda na ação da Força Tática, Hugo Wallace Gomes Cordeiro, de 23 anos, foi preso. Ele foi apresentado na delegacia com materiais apreendidos, sendo um celular, um revólver com seis munições, uma balaclava, uma camisa com a sigla FDN e um colete balístico. 

    Outro caso na comunidade 

    Ivan de Souza Mendes, 28, conhecido como "Novatinho", integrante do Comando Vermelho "CV", foi morto com um tiro no tórax durante uma intervenção policial, na noite de terça-feira (9), no bairro Mauazinho, na Zona Leste de Manaus. Segundo a polícia, Ivan era traficante de drogas da região.

    O confronto aconteceu por volta das 21h. Uma equipe da Ronda Ostensiva Cândido Mariano (Rocam) realizava patrulhamento de rotina, quando uma denúncia anônima via WhatsApp informou que homens estavam armados e comercializando drogas em um beco próximo da rua Collor de Mello.

    Leia mais: 

    Receba as principais notícias do Portal Em Tempo direto no Whatsapp. Clique aqui!

    Traficante do CV morre durante troca de tiros com a Rocam, em Manaus

    Com passagem por roubo, homem é preso com revólver na Cachoeirinha

    Comentários