Fonte: OpenWeather

    Polícia


    Dupla é presa por roubos em condomínios de luxo em Manaus

    Os dois, segundo a polícia, fazem programas sexuais e, por isso, tinham facilidade em acessar os locais-alvo dos crimes

    A dupla foi presa por policiais da Derfd
    A dupla foi presa por policiais da Derfd | Foto: Divulgação/PC-AM

    Manaus - Valdenice de Aquino Silva, de 38 anos, e João Batista Gomes Silva Junior, de 27 anos, conhecido como "Julio", foram apresentados, nesta quarta-feira (17), na sede da Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (Derfd). 

    De acordo com o delegado adjunto da unidade policial, Demetrius Queiroz, a mulher estava sendo investigada pela autoria de, aproximadamente, seis furtos em condomínios de luxo na capital e "Julio" também estava envolvimento nos crimes.

    O delegado conta que tanto Valdenice quanto o comparsa foram localizados em casas distintas, situadas no bairro Novo Aleixo, Zona Norte da cidade.

    De acordo com o delegado, a dupla utilizava um veículo com placas clonadas
    De acordo com o delegado, a dupla utilizava um veículo com placas clonadas | Foto: Divulgação/PC-AM

    Queiroz explicou, ainda, que a dupla monitorava a rotina dos moradores dos imóveis-alvos dos furtos. O delegado relatou que Valdenice e João utilizavam um veículo de placas clonadas nas ações criminosas e faziam uso de uma chave mestra para entrar nas residências e subtrair objetos de valor, como joias e relógios.

    “Iniciamos as investigações quando as vítimas começaram a formalizar as ocorrências nas delegacias. Valdenice foi reconhecida a partir de minuciosa análise das imagens captadas por câmeras de segurança instaladas nos locais, onde ocorreram os furtos. Ela é conhecida na Derfd pelos diversos crimes cometidos. A infratora responde a sete processos por furto. Ouvimos algumas vítimas, que vieram fazer o reconhecimento de Valdenice”, declarou o adjunto da Derfd.

    Segundo o delegado, uma placa foi furtada recentemente de um veículo estacionado em um shopping da cidade. A dupla então clonou essa placa para usar no veículo utilizado nos delitos, passando despercebida nas portarias dos condomínios. “João e Valdenice fazem programas sexuais e têm conhecimento do acesso a esses locais. Foram instaurados vários inquéritos, por diversos crimes cometidos pela dupla, em datas diferentes”, relatou Demetrius. 

    Material recuperado pela Polícia Civil
    Material recuperado pela Polícia Civil | Foto: Divulgação/PC-AM

    A presa foi indiciada por furto qualificado. Ao término dos procedimentos cabíveis no prédio da Derfd, a mulher será conduzida ao Centro de Detenção Provisória Feminino (CDPF), onde irá permanecer à disposição da Justiça. João Batista prestou esclarecimentos e foi indiciado por participação nos crimes e, em seguida, liberado.

    Edição: Isac Sharlon   

    Leia mais: 

    Receba as principais notícias do Portal Em Tempo direto no WhatsApp. Clique aqui!:

    AM teve 87 detenções por furto de energia elétrica em 2018

    Jovem luta com assaltante para proteger irmã em Manaus







    Comentários