Fonte: OpenWeather

    DEHS


    Vídeo: homem que matou rival e filmou é preso em Manaus

    Fabrício Marinho foi assassinado na frente do filho. O crime aconteceu no Lago Azul

    Arnaldo Maik foi apresentado na DEHS | Foto: Josemar Antunes

    Manaus - Após ser identificado em um vídeo, Arnaldo Maik dos Santos Melo de Oliveira, de 25 anos, foi preso e apresentado pela equipe da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), na manhã desta quinta-feira (25). Ele estava sendo investigado pela morte de Fabrício Marinho Rodrigues, de 34 anos, ocorrido no dia 8 de julho deste ano, no bairro Lago Azul, na Zona Norte de Manaus. 

    O homem foi preso no último dia 18 de julho, por volta das 15h, na rua G do bairro Redenção, na Zona Centro-Oeste da capital. A prisão foi expedida no dia 17 de julho de 2019, pela juíza Themis Catunda de Souza Lourenço, no Plantão Criminal. 

    De acordo com o delegado Charles Araújo, adjunto da DEHS, o assassinato foi registrado em vídeo e, logo depois, compartilhado nas redes sociais. Fabrício brincava de empinar pipa com o filho quando Arnaldo e o comparsa, que está sendo procurado, chegaram ao local atirando. 

    Fabrício ainda tentou fugir, mas foi alcançado e atingido por mais tiros. Na época, a vítima foi socorrida por populares e levada ao Hospital e Pronto-Socorro (HPS) Delphina Aziz, no bairro Colônia Terra Nova, na mesma zona, mas não resistiu aos ferimentos. 

    Arnaldo foi reconhecido em um vídeo
    Arnaldo foi reconhecido em um vídeo | Foto: Josemar Antunes

    "Em depoimento, Arnaldo alegou que Fabrício havia perdido uma arma dele e passou ameaçá-lo de morte. Além disso, Arnaldo afirmou que Fabrício pertencia a uma organização criminosa. Na ocasião do crime, a vítima chegou a empurrar o filho para não ser alvejado, conforme mostram as imagens amplamente divulgadas nas redes sociais", explicou o delegado Charles Araújo. 

    Durante a coletiva de imprensa, Arnaldo Maik preferiu ficar em silêncio. Ele foi indiciado por homicídio qualificado. Ao término dos procedimentos cabíveis, Arnaldo Maik ficará preso no Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM), onde aguardará à decisão da Justiça.

    Assista a reportagem da TV Em Tempo:

    Assista a reportagem | Autor: Bárbara Mitoso/ TV Em Tempo
     

    Leia mais: 

    Adolescente de 15 anos é sequestrada, dopada e estuprada em Manaus

    Feto é encontrado em cenário de ritual religioso no Tarumã, em Manaus

    Adolescentes são apreendidos com arma de fogo e drogas na Zona Sul

    Comentários