Fonte: OpenWeather

    Armamento


    Policiais recebem fuzis para reforçar segurança no Amazonas

    Ao todo, foram 60 fuzis e outros materiais para usar em situações de tumultos violentos, como rebeliões

    O armamento foi entregue na manhã desta quarta-feira (21) | Foto: Lucas Silva

    Manaus - Com o objetivo de equipar policiais civis e militares, o governador do Amazonas, Wilson Lima, entregou 60 fuzis de calibre 5.56 e munições, na manhã desta quarta-feira (21), no Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), localizado no bairro Petrópolis, Zona Sul de Manaus.

    Além dos fuzis, foram entregues materiais não letais, que são usados em situações de tumultos violentos, como rebeliões. São 3.681 cartuchos, 281 granadas, 97 sprays de pimenta, 46 escudos balísticos com visor. Também foram entregues 39 miras de visão rápida, ou miras holográficas, de fabricação israelense.

    O objetivo é reforçar as tropas de segurança
    O objetivo é reforçar as tropas de segurança | Foto: Lucas Silva

    O material será dividido entre a Companhia de Operações Especiais (COE), tropa especializada da Polícia Militar do Amazonas (PMAM) e Força Especial de Resgate e Assalto (Fera), da Polícia Civil do Amazonas (PCAM), além do Departamento de Operações Aéreas (DOA), da Secretaria de Segurança.

    Wilson Lima afirmou que o material foi adquirido por meio de convênios com o Governo Federal e doações da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp). 

    "Estamos entregando fuzis para os batalhões e alguns desses equipamentos vão para o interior do Estado.  Isso faz parte do processo de renovação de armamentos. Em outro momento, estaremos realizando, também, a entrega de pistolas com objetivo de melhorar o poder de fogo da nossa polícia", frisou o governador.

    O armamento será dividido entres as policiais Civil e Militar
    O armamento será dividido entres as policiais Civil e Militar | Foto: Lucas Silva

    O Comandante-geral da Polícia Militar, coronel Ayrton Norte, afirmou que o armamento vai ajudar no combate à criminalidade do interior, principalmente contra ações dos "Piratas do Rio", que atuam na região do Solimões.

    "Vamos continuar trabalhando de forma contundente, dentro da lei, respeitando o princípio da vida. Mas se tiver enfrentamento, teremos condições de colocar o criminoso no devido lugar dele", disse o comandante.

    Para realizar a segurança nos presídios do Amazonas, foram entregues à Secretaria de Administração Penitenciária (Seap) 582 cartuchos, 51 granadas, 16 sprays de pimenta e dez escudos balísticos.

    Comentários