Fonte: OpenWeather

    Apresentação


    Preso taxista envolvido em furtos de carros usando 'Chapolin' no AM

    Reinaldo e outro comparsa roubaram objetos de um carro no estacionado de um supermercado no Santo Agostinho

    Reinaldo foi apresentado na sede do 19º DIP nesta quinta-feira (22) | Foto: Josemar Antunes

    Manaus - O taxista Reinaldo Santos Sarmento, de 33 anos, foi apresentado na manhã desta quinta-feira (22), por envolvimento em um furto no dia 13 de agosto deste ano, no estacionamento de um supermercado, localizado no bairro Santo Agostinho, Zona Oeste de Manaus.

     Segundo as investigações da Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), ele usou o próprio carro para cometer o crime juntamente com um comparsa. 

    De acordo com o delegado Aldeney Góes, titular do 19° Distrito Integrado de Polícia (DIP), Reinaldo e o comparsa, identificado como Alisson Araújo Gama, de 33 anos, que já está sendo procurado pela polícia, furtaram objetos de dentro do carro de um homem de 49 anos. 

    "Utilizando um dispositivo eletrônico conhecido como "Chapolin", Alisson conseguiu impedir que as portas do veículo fossem travadas. Na ocasião, eles furtaram dois notebooks e R$ 3 mil em dinheiro. Reinaldo confessou a participação no crime ", explicou o delegado Aldeney Góes. 

    Alisson Araújo Gama está foragido
    Alisson Araújo Gama está foragido | Foto: Josemar Antunes

    A prisão de Reinaldo ocorreu após o veículo usado na ação criminosa ser identificado. O taxista foi intimado a comparecer na unidade policial na tarde de terça-feira (20). 

    Ao prestar esclarecimentos, ele recebeu voz de prisão em cumprimento ao mandado por furto qualificado. A ordem judicial foi expedida pela juíza Bárbara de Araújo Folhadela, no Plantão Criminal. 

    Durante a coletiva de imprensa, Reinaldo disse que participou pela primeira do delito para receber R$ 150. Ele afirmou que conheceu Alisson durante uma corrida. 

    "Eu não sabia que ele iria fazer esse furto. Ele entrou no veículo do rapaz e retornou para o meu carro. Depois me pagou R$ 150 e nunca mais o encontrei", disse Reinaldo. 

    O Taxista disse que recebeu apenas R$ 150
    O Taxista disse que recebeu apenas R$ 150 | Foto: Josemar Antunes

    Reinaldo foi indiciado por furto qualificado. Ao término dos procedimentos cabíveis na unidade policial, ele será levado para o Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM), no quilômetro 8 da BR-174, onde ficará à disposição da Justiça.

    O delegado Aldeney Góes pede apoio da população para ajudar na localização do segundo envolvido na ação criminosa. Qualquer informação pode ser informada em sigilo para o número: (92) 99962-4415.

    Comentários