Fonte: OpenWeather

    Estupro


    Polícia alerta sobre compartilhamento de vídeo com estupro de bebê

    Polícia esclarece vídeo sobre estupro de vulnerável e alerta que compartilhamento do conteúdo é crime

    A delegada Joyce Coelho, responsável pela DEPCA, pede que os cidadãos não compartilhem o conteúdo e que, caso identifiquem quem esteja fazendo isso, denunciem à polícia.
    A delegada Joyce Coelho, responsável pela DEPCA, pede que os cidadãos não compartilhem o conteúdo e que, caso identifiquem quem esteja fazendo isso, denunciem à polícia. | Foto: Divulgação

     Manaus - Começou a circular entre usuários de redes sociais de Manaus, nesta semana, um vídeo que mostra um bebê sendo estuprado. A Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM) informa que o crime não foi cometido no Amazonas e alerta que o compartilhamento de conteúdo de pornografia infantil é crime. 

    Segundo a Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (DEPCA), da Polícia Civil, o estupro do recém-nascido foi registrado em La Paz, capital da Bolívia, e não é a primeira vez que o vídeo é compartilhado como tendo ocorrido no Brasil.

    A delegada Joyce Coelho, responsável pela DEPCA, pede que os cidadãos não compartilhem o conteúdo e que, caso identifiquem quem esteja fazendo isso, denunciem à polícia. 

    As denúncias podem ser feitas de forma anônima por meio do telefone 181, o disque-denúncia da SSP-AM.

    A DEPCA fica na rua Via Láctea, conjunto Morada do Sol, Aleixo. A unidade funciona 24 horas por dia e o telefone é o (92) 3656-857

    Comentários