Fonte: OpenWeather

    Identificado


    'A droga acabou com o meu filho', diz pai de homem morto na Santa Casa

    Diego Matos de Oliveira, de 29 anos, foi encontrado morto, na segunda-feira (26), dentro da Santa Casa, no Centro de Manaus

    O corpo foi encontrado dentro da Santa Casa | Foto: Ione Moreno

    Manaus – Diego Matos de Oliveira, de 29 anos, é o homem encontrado morto com cinco facadas na manhã de segunda-feira (26), por volta das 11h30, no prédio da Santa Casa de Misericórdia, localizado na rua 10 de Julho, bairro Centro, Zona Sul de Manaus. O corpo foi reconhecido pelo pai dele, João Rodrigues de Oliveira, de 55 anos.

    Ao Portal EM TEMPO, João Rodrigues disse que o filho morava com ele no bairro Colônia Terra Nova, na Zona Norte de Manaus, mas saiu de casa após se tornar usuário de drogas.

     “Mesmo com estudos interrompidos, o meu filho era um homem trabalhador. Ele ganhava dinheiro nos semáforos vendendo frutas e limpando vidros de carros. Há seis meses ele foi morar nas ruas e não largou mais as drogas. Ele não quis voltar para casa e decidiu morar no prédio da Santa Casa. Infelizmente, vou enterrar o meu filho por causa das drogas”, disse. 

    Diego foi morto com cinco facadas
    Diego foi morto com cinco facadas | Foto: Divulgação

    O corpo

    O corpo de Diego foi encontrado em um fosso, localizado nos fundos do prédio abandonado da Santa Casa. Policiais militares da 24ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) foram acionados após denúncia anônima. 

    Por conta da dificuldade de remover o cadáver, o Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (CBM-AM) foi acionado para ajudar no resgate. Após três horas, com auxílio de uma escada e de cordas, o corpo de Diego foi retirado do buraco. 

    Conforme informações da perícia criminal, do Departamento de Polícia Técnico-Científica (DPTC), Diego foi morto com três facadas no pescoço, uma nas costas e outra no tórax. A vítima estava enrolada em um lençol. 

    À polícia, testemunhas relataram que Diego foi visto na companhia de uma mulher consumindo entorpecentes na noite de domingo (25). Diego deixou uma filha de 10 anos. O assassinato está sendo investigado pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).

    Comentários