Fonte: OpenWeather

    Feminicídio


    Agricultor mata esposa a remadas na frente da enteada, no Amazonas

    A filha da vítima, uma criança de 6 anos, presenciou o crime e contou aos policiais

    Rosimar foi preso pela Polícia Militar | Foto: Divulgação

    Manaus - O agricultor Rosimar Sales Moraes, de 31 anos, foi preso na noite de terça-feira (27), após matar a golpe de remo a própria esposa, Jomara Ferreira, de 34 anos. A filha da vítima, de 6 anos, presenciou o crime. 

    De acordo com informações do capitão Laurênio Silva, comandante da 10ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM) de Maués, Rosimar ainda levou a companheira para o Hospital Geral Raimunda Francisca Dinelli, alegando que Jomara havia caído da canoa e batido a cabeça. 

    Entretanto, a equipe médica da unidade hospitalar desconfiou da versão do agricultor e acionou a polícia. A filha da vítima, mesmo muito nervosa, afirmou que o padrasto agrediu a mãe com um remo durante uma discussão. 

    A vítima ainda foi levada para o hospital
    A vítima ainda foi levada para o hospital | Foto: Divulgação

    "Rosimar chegou em casa embriagado e, por conta disso, Jomara chamou atenção dele. Durante a discussão, ele pegou o remo bateu três vezes na cabeça da esposa. A princípio, Rosimar negou o crime, mas a enteada apontou o padrasto como autor. Diante disso, Rosimar confessou o assassinato e disse agrediu a mulher porque não gostou de ser chamado atenção”, explicou o capitão Laurênio Silva.

    Diante do fato, o capitão Laurênio Silva e equipe policial, prendeu Rosimar. O suspeito foi conduzido para a 48ªDelegacia Interativa de Polícia (DIP), onde permanecerá preso à disposição da Justiça.

    O casal morava em uma comunidade próxima ao município de Maués. A criança foi levada para o Concelho Tutelar do município, onde ficará aos cuidados de assistentes sociais.

    Comentários