Fonte: OpenWeather

    Flagrante


    Polícia Civil prende "Edson Cagão”, conhecido por roubos a domicílios

    Jovem foi preso no ramal da Chisa, em Iranduba, município distante 27 quilômetros de Manaus

    Infrator aproveitava a ausência dos moradores e invadia casas. | Foto: Divulgação

    Manaus - Edson Silva dos Santos, 20, conhecido como “Edson Cagão”, foi preso no início da tarde de sexta-feira (30), em cumprimento de mandado de prisão por roubo, no ramal da Chisa, em Iranduba (município distante 27 quilômetros de Manaus). 

    A ordem judicial foi expedida no dia 10 de julho de 2019, pelo juiz de direito Túlio de Oliveira Dorinho, do Juízo de Direito da 1ª Vara de Iranduba. A prisão ocorreu após denúncias anônimas indicarem a localização de Edson.

    De acordo com a delegada Sylvia Laureana, titular da 31ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP), situada em Iranduba, Edson é conhecido na cidade por roubos a domicílios e estabelecimentos comerciais. O infrator atuava, geralmente, no período da noite e aproveitava a ausência dos moradores e invadia casas, estabelecimentos comerciais e escolas, arrancando janelas e portas.

    Segundo Laureana, a prisão ocorreu por meio de denúncias anônimas informando a localização de Edson. Na ocasião, a equipe policial foi até o local indicado, para verificar a informação repassada. Ao chegarem no lugar, os policiais civis fizeram um cerco na localidade, porém o infrator ainda tentou empreender fuga do lugar.

    “Quando Edson percebeu a aproximação dos policiais, ele correu para a mata naquela região, em seguida pulou no lago, no entanto, ele foi alcançado e preso. Vale ressaltar que o jovem responde a vários processos na Justiça de Iranduba, por crimes de roubos, furtos qualificados e violação de domicílio”, relatou Laureana.

    Edson foi autuado em flagrante por roubo, além de ser indiciado pelo mesmo crime. Ao término dos procedimentos cabíveis, o infrator irá para a audiência de custódia. Em razão do cumprimento de mandado em nome de dele, após a audiência o jovem permanecerá na carceragem da 31ª DIP, que funciona como unidade prisional em Iranduba, até ser transferido para uma unidade prisional na capital. 

    Comentários